Projeto da Biblioteca Municipal de Juiz de Fora incentiva a leitura no ambiente virtual

Mensalmente, o projeto ‘Da Estante’ lançará vídeos com a leitura e análise crítica de uma obra literária. O primeiro episódio será liberado neste sábado (11).

Projeto da Biblioteca Municipal de Juiz de Fora incentiva a leitura no ambiente virtual — Foto: MG1/Reprodução
Projeto da Biblioteca Municipal de Juiz de Fora incentiva a leitura no ambiente virtual — Foto: MG1/Reprodução

A fim de criar uma nova alternativa de entretenimento durante o período de isolamento social, a Biblioteca Municipal Murilo Mendes, em Juiz de Fora, lança projeto de leitura por meio das redes sociais.

O projeto “Da Estante” terá vídeos gravados na biblioteca, com a jornalista Thaís Pifano, uma das idealizadoras da iniciativa, lendo o livro escolhido e realizando uma análise crítica do mesmo.

Os vídeos serão disponibilizados sempre no segundo sábado de cada mês, no Instagram da instituição. Segundo a jornalista, a quantidade de vídeos pode aumentar de acordo com a demanda.

“Escolhemos obras focadas no público jovem e adulto, priorizando histórias mais curtas. No caso de livros mais densos, trabalharemos a leitura de capítulos ou análises críticas do texto, enfatizando a relevância da obra no contexto atual”, explicou Pifano.

Segundo a jornalista, o projeto busca inserir a leitura como atividade prazerosa e informativa no ambiente doméstico, durante a quarentena.

“É alternativa de lazer cultural para ser usufruída individualmente ou em família”, destacou.

Os livros são escolhidos pela equipe do projeto, mas sugestões do público são bem-vindas.

O primeiro episódio do projeto “Da Estante” vai ao ar neste sábado (11) e o título escolhido foi “Era uma vez um Tirano”, de Ana Maria Machado, publicado pela Editora Salamandra.

Disponível em: https://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2020/07/10/projeto-da-biblioteca-municipal-de-juiz-de-fora-incentiva-a-leitura-no-ambiente-virtual.ghtml. Acesso em: 11 jul. 2020.

Biblioteca Murilo Mendes lança manual para que crianças escrevam livros em Juiz de Fora

Ação faz parte da campanha #ViralizaCultura, que tem como objetivo levar cultura à população isolada por conta da Covid-19.

Biblioteca Municipal Murilo Mendes em Juiz de Fora — Foto: Reprodução/TV Integração
Biblioteca Municipal Murilo Mendes em Juiz de Fora — Foto: Reprodução/TV Integração

A Biblioteca Municipal Murilo Mendes, em Juiz de Fora, lançou um manual de incentivo para que crianças escrevam os próprios livros.

A ação comemora o Mês do Livro Infantil e também faz parte da campanha #ViralizaCultura, criada pela Fundação Cultural Alfredo Ferreira Laje (Funalfa) com o intuito de levar cultura à população em meio ao período de isolamento social.

Com orientações sobre texto e ilustrações, o manual é produzido pela escritora Margareth Marinho e foi publicado no Instagram da Biblioteca.

Segundo Margareth, o objetivo da iniciativa é incentivar a criançada a colocar no papel o que pensa e sente, hábito útil em várias fases da vida.

Além disso, a atividade estimula a criatividade e aprimora o modo que os pequenos processam as informações.

A escritora afirma, ainda, que o momento de isolamento social é ideal para pais e filhos realizarem esta atividade de forma conjunta como forma de passar o tempo e estreitar os laços familiares.

Disponível em: https://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2020/04/01/biblioteca-murilo-mendes-lanca-manual-para-que-criancas-escrevam-livros-em-juiz-de-fora.ghtml. Acesso em: 11 abr. 2020.