Atualização do Projeto REALM

Realm Project

O projeto REALM (REopening Archives, Libraries and Museums), coordenado pela OCLC lançou sua 6ª atualização.

Segundo informação disponível no Facebook da OCLC publicada em 22/10/2020:

O teste 6 está em andamento em cinco materiais comumente encontrados em mobiliário e exposições de arquivos, bibliotecas e museus. Também estão disponíveis os primeiros de uma série de materiais para ajudar a direcionar atividades de reabertura.

O texto abaixo é uma tradução livre da notícia Test 6 underway and toolkit materials available, publicada no site da OCLC:

Cinco materiais que são comumente encontrados em móveis e exposições de arquivos, bibliotecas e museus foram selecionados para o sexto teste de laboratório REALM. Os pesquisadores do Battelle aplicarão uma quantidade do vírus COVID-19 infeccioso a cada item e, em seguida, colocarão os itens desempilhados em uma câmara de teste que mantém a temperatura padrão do escritório e a umidade relativa, sem luz ou fluxo de ar adicional. O teste medirá quanto vírus permanece após 1 hora e, em seguida, após 2, 4, 6 e 8 dias nessas condições ambientais. Os resultados do Teste 6 podem informar táticas de prevenção e descontaminação para o manuseio de móveis, equipamentos e exposições que incluem esses materiais.   

O mármore foi fornecido pelo National Park Service, o aço com revestimento em pó foi fornecido pela Biblioteca do Congresso e o laminado foi fornecido pelo Metropolitan New York Library Council. Os outros materiais foram adquiridos como amostras de fornecedores.

Os itens incluem:

  • Mármore (piso, balcões)
  • Aço com revestimento em pó (armários, estantes, carrinhos de livros, elementos de exposição) 
  • Laminado (bancadas)
  • Acessórios de latão, grades)
  • Vidro (janelas, vitrines)

O teste começou em 8 de outubro de 2020, e os resultados devem ser divulgados no final de novembro.

 

RECURSOS DO KIT DE FERRAMENTAS

Também estão disponíveis diversos materiais para ajudar a apoiar a interpretação e o uso dos recursos do projeto REALM. Esses materiais incluem:   

  • REALM 101 (sobre COVID-19 e o projeto) 
  • Uma lista de verificação para a tomada de decisões 
  • Recursos visuais comparando todos os resultados até agora

Procure os recursos

Relatório da UNESCO sobre museus ao redor do mundo em face do COVID-19 está disponível online

A UNESCO lançou um novo relatório sobre museus ao redor do mundo em face do COVID-19, fruto de uma pesquisa internacional direcionada a museus, profissionais da cultura e Estados-Membros.

Este relatório, apresentando uma primeira avaliação do impacto do COVID-19 no setor de museus, lança uma nova luz sobre as principais tendências dos museus do mundo, sua reação diante da crise, sua capacidade de resiliência e os desafios de acessar cultura.

O estudo revela que o número de museus é estimado em cerca de 95.000 em 2020, o que representa um aumento de 60% em relação a 2012. No entanto, eles são muito desigualmente distribuídos pelo mundo. Os museus foram particularmente afetados pela pandemia, pois 90% deles fecharam suas portas durante a crise e, de acordo com o Conselho Internacional de Museus (ICOM), mais de 10% podem nunca reabrir. Diante da crise, os museus agiram rapidamente para desenvolver sua presença na Internet. No entanto, a divisão digital é mais evidente do que nunca: apenas 5% dos museus na África e nos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (SIDS) foram capazes de propor conteúdo online.

“Este relatório não apenas fornece uma melhor compreensão do impacto da pandemia de COVID-19 nas instituições museológicas e dos desafios que eles enfrentarão após a crise da saúde, mas também explora as formas de apoiar os museus após a crise”, declarou Audrey Azoulay, Diretor Geral da UNESCO. “Há uma necessidade urgente de fortalecer políticas que apoiem ​​esse setor, que desempenha um papel essencial em nossas sociedades para a disseminação da cultura, educação, coesão social e apoio à economia criativa”.

Com o objetivo de reunir informações sobre como o surto em curso de COVID-19 afeta o setor cultural, o Conselho Internacional de Museus (ICOM) lançou uma pesquisa global para analisar o impacto das medidas de quarentena. O relatório do ICOM fornece informações sobre a situação dos museus e sua equipe, o impacto econômico previsto, a digitalização e a comunicação, a segurança dos museus e a conservação de coleções e a situação dos profissionais independentes dos museus.

Essa reflexão comum e a cooperação interinstitucional fornecem dados atualizados sobre museus e instituições museológicas, que são ainda mais importantes neste período de desafio global trazido pela COVID-19.

Este texto é uma tradução livre da notícia Launch of UNESCO Report on museums around the world in the face of COVID-19, acessada em 23 de julho de 2020.