Flora Brasiliensis digital

Um grande recurso bibliográfico sobre a botânica brasileira está agora na Internet. É a Flora brasiliensis, completamente digitalizada disponível no endereço: http://florabrasiliensis.cria.org.br/index

A Flora brasiliensis foi publicada entre 1840 e 1906 pelos editores Carl Friedrich Philipp von Martius, Wilhelm Eichler de Agosto, e Ignatz Urban, com a participação de 65 especialistas de vários países. A obra contém tratamentos taxonômicos de 22.767 espécies, a maioria de angiospermas brasileiras, publicada em 15 volumes, divididos em 40 partes, num total de 10.367 páginas.

O Projeto

O projeto teve por objetivo desenvolver um sistema de informação em linha sobre a flora brasileira, tendo como base as imagens digitalizadas em alta resolução das pranchas de famílias selecionadas descritas na Flora brasiliensis de Martius. A digitalização das imagens está sob a responsabilidade do Jardim Botânico de Missouri . Os trabalhos referentes à atualização dos nomes estão sendo coordenados por pesquisadores do Departamento de Botânica do Instituto de Biologia da Unicamp. O Centro de Referência em Informação Ambiental (CRIA) é responsável pelo desenvolvimento do sistema on-line.

O sistema de informação é composto pelos seguintes módulos:

· banco de imagens das pranchas digitalizadas em alta resolução;

· banco de metadados com informações sobre o conteúdo das imagens (nome científico da planta, volume, número, página, etc.);

· banco de dados com todos os nomes citados na obra;

· sistema com ferramentas adequadas para que especialistas possam de forma colaborativa contribuir na elaboração de um catálogo de nomes atualmente aceitos, citando, quando for o caso, a sua correspondência na obra Flora brasiliensis (o sistema Flora brasiliensis revisitada);

Mais informaçoes no sitio do CRIA [URL: http://florabrasiliensis.cria.org.br/index]

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Notícias

2 Respostas para “Flora Brasiliensis digital

  1. Pingback: A Flora Brasiliensis de von Martius • Jardim de Calatéia

  2. Pingback: A Flora Brasiliensis de Von Martius - Jardim de Calatéia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s