“A Culpa É das Estrelas” é banido de biblioteca escolar

cidade.verde.com – 26/09/2014

O livro A Culpa É das Estrelas, do escritor americano John Green, foi banido das bibliotecas de uma escola pública da cidade de Riverside, na Califórnia. Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, a proibição do romance que retrata o relacionamento de dois adolescentes com câncer e que foi adaptado para o cinema aconteceu após a reclamação da mãe de um aluno da Frank Augustus Miller Middle School. Karen Krueger afirmou que estava “chocada” com o fato de um livro que trata de morte e sexo estar disponível para crianças de 11 a 13 anos da unidade.

A escola reuniu um comitê e, por seis votos a um, decidiu remover as três cópias do romance de Green da biblioteca. Desde 1988, a unidade já recebeu 37 reclamações de pais que pediam que outros volumes fossem proibidos, mas só havia banido um livro até agora, The Chocolate War, de Robert Cormier, em 1996. De acordo com o site The Press Enterprise, que entrou em contato com a Frank Augustus Miller, A Culpa É das Estrelas ainda estará disponível nas bibliotecas de escolas de ensino médio da mesma rede.

Em sua página no Tumblr, John Green comentou a proibição. “Estou feliz porque, aparentemente, essas crianças de Riverside nunca vão ser testemunhas da morte já que elas não vão ler meu livro”, escreveu, em tom irônico. “Mas também estou triste porque eu esperava poder introduzir a ideia de que pessoas podem morrer a essas crianças e acabar com suas esperanças de imortalidade.”

(fonte: Veja)

Disponível em: <http://www.blogdogaleno.com.br/2014/09/29/a-culpa-e-das-estrelas-e-banido-de-biblioteca-escolar>. Acesso em: 3 out. 2014.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Notícias

3 Respostas para ““A Culpa É das Estrelas” é banido de biblioteca escolar

  1. Contanto que aquelas crianças com possível “esperança de imortalidade” não se tornem como que babacas obcecadas por serem testemunhas da morte, por mim, está tudo bem, ou seja: aquele livro pode ficar naquelas bibliotecas.

    • Olá, o tempo das ideias!

      Gosto de publicar esse tipo de notícia, pois sempre desperta várias opiniões. Além do que você disse, entendo que a questão não é só deixar o livro ou não nas estantes, mas o bibliotecário também pode orientar esclarecendo que se trata de ficção, pelo menos parcialmente, já que essa é uma de suas funções.

      Obrigado pela visita!
      Eduardo.

  2. Tomara que lá haja tal profissional com qualidades e/em habilidades em favor desse atendimento que você bem notou, Eduardo. Estou de acordo com você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s