Ainda existe o traço sublinear (underline) na norma ABNT NBR 6023:2018?

Na nova norma ABNT NBR 6023;2018 (Referências), não há mais a recomendação de utilizar seis traços sublineares (underline) para não repetir o mesmo autor.

Como era?

Na primeira edição da norma, a regra 9.1.1 expunha que

9.1.1 Eventualmente, o(s) nome(s) do(s) autor(es) de várias obras referenciadas sucessivamente, na mesma página,
pode(m) ser substituído(s), nas referências seguintes à primeira, por um traço sublinear (equivalente a seis espaços) e
ponto.

Era muito comum o uso desse recurso, embora não fosse obrigatório.

 

Como ficou?

Atualmente, esse recurso não existe mais no tópico 9 Ordenação das referências. Portanto, quando houver mais de uma obra do mesmo autor, tanto o prenome como o sobrenome devem ser repetidos.

O tópico 9 apenas descreve e exemplifica o uso dos sistemas alfabético e numérico (ordem de citação no texto), sem apresentar a opção do traço sublinear.

 

 

BÔNUS

Há exemplos na nova edição da ABNT NBR 6023:2018 em que algumas referências constam com o termo Anais grafado das seguintes formas:

Anais […]

[Anais]

Uma situação em que isso ocorre é na regra 7.8.5 Parte de evento em meio eletrônico.

 

No exemplo 1, temos:

– Elementos essenciais

GUNCHO, M. R. A educação à distância e a biblioteca universitária. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 10., 1998, Fortaleza. Anais […] . Fortaleza: Tec Treina, 1998. 1 CD-ROM.

 

No exemplo 3, temos:

– Elementos essenciais

BADKE, T.; ZACARIAS, R. Certificação e assinatura digital. In: INTERLOGOS, 2006, Vitória. [Anais]. Vitória: AARQUES, 2006. 1 CD-ROM. Diretório: \Palestrates\Palestras de 24 de Agosto.

 

Afinal, qual forma está correta?

Ambas!

A diferença entre elas é explicada no seguinte parágrafo do tópico 4 Elementos da referência:

Os elementos essenciais e complementares são retirados do próprio documento e devem refletir os dados do documento consultados. Na inexistência desses dados, utilizam-se outras fontes de informação, indicando-os entre colchetes.

Assim, conclui-se que a novidade é somente a grafia Anais […], pois anteriormente escrevia-se Anais…

 

Se você tiver alguma dúvida ou gostaria de ver algum modelo de referência para algum documento específico, deixe um comentário!

12 Comentários

Arquivado em Notícias

12 Respostas para “Ainda existe o traço sublinear (underline) na norma ABNT NBR 6023:2018?

  1. Pingback: ABNT NBR 6023:2018 (Referências): o que mudou? | Mundo Bibliotecário

  2. Bruno Batista dos Anjos

    Que maravilha! Obrigado por levantar esaa informação, não tinha percebido. A não utilização do underline ajuda muito na hora de alfabetar as referências no Word.

    Bruno

    • Olá, Bruno!

      Obrigado pelo comentário e visita!

      Caso tenha alguma dúvida sobre a ABNT NBR 6023, fique à vontade para comentar que faremos um post para respondê-la.

      Eduardo.

  3. RODRIGO BRAYNER SAMPAIO

    E o “et al,” voltou a ser grafado em itálico, tanto na lista de referências como nas citações?

  4. Rafaela Mª de Sá Martins

    Como referencio uma norma ABNT e uma legislação?

  5. Nichols

    Bom dia, como colocar referências seguidas no texto (na mesma página) quando a obra e o autor são os mesmos? Ex.:
    Nesse universo, o poder decisório está centralizado nas mãos dos detentores do poder econômico e na dos tecnocratas dos organismos internacionais (DREIFUSS, 1996).
    Estão em jogo não somente a atuação de empresas e Estados separadamente, mas ainda a necessária interação e coordenação decorrentes entre si. De acordo com Dreifuss (1996), a lei impõe a legitimidade entre o poder e os governados.

    Obrigado

    • Olá, Nichols.

      Na realidade, no texto você coloca a citação, e está correto como você colocou no exemplo.

      Nas referências você coloca somente uma vez.

      Obrigado pela visita!
      Eduardo.

  6. Carlos Otávio Flexa

    Caro colega, mui respeitosamente, como revisor textual, venho discordar quanto ao que o senhor diz abaixo:
    “Atualmente, esse recurso não existe mais no tópico 9 Ordenação das referências. Portanto, quando houver mais de uma obra do mesmo autor, tanto o prenome como o sobrenome devem ser repetidos.”

    Em parte alguma desta versão da norma ela assevera que “quando houver mais de uma obra do mesmo autor, tanto o prenome como o sobrenome devem ser repetidos”. Nesta edição ela simplesmente se omitiu! Para entender-se claramente que esta parte da norma foi suprimida a A.B.N.T. deveria citar isso. Portanto, ela simplesmente se omite quanto a isso. E, reiterando, ela diz que “devem ser omitidos”.

    ” […] sem apresentar a opção do traço sublinear.” Omite-se, sem apresentar opção.

    • Olá Carlos,

      Muito obrigado pelo seu comentário.

      Muito bem observado, na ABNT NBR 6023 de 2018, em seu tópico 9, não constam informações sobre o uso ou não do traço. Assim como coloquei na postagem: “Atualmente, esse recurso não existe mais no tópico 9 Ordenação das referências.

      No entanto, a minha observação: “Portanto, quando houver mais de uma obra do mesmo autor, tanto o prenome como o sobrenome devem ser repetidos”, parte dos modelos apresentados na própria norma, uma vez que a mesma repete a indicação de responsabilidade “Brasil” para duas referências tidas como modelos, a saber:

      BRASIL. Lei nº 9.979, de 5 de julho de 2000. Abre ao Orçamento Fiscal da União, em favor da Justiça Eleitoral, crédito Suplementar no valor de R$155.000.000,00, para reforço de dotações consignadas no vigente orçamento. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, ano 138, n. 129, p. 4, 6 jul. 2000.

      BRASIL. Lei nº 12.384, de 3 de março de 1998. Abre crédito extraordinário, em favor do Ministério do Desenvolvimento Agrário, no valor de R$ 210.000.000,00, para o fim que especifica. Diário Oficial: República Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, ano 136, n. 42, p. 1, 4 mr. 1998.

      Em contraponto, a ABNT NBR 6023 de 2002, apresenta exemplos com o traço sublinear, defendendo o enunciado, o qual relata: 9.1.1 Eventualmente, o(s) nome((s) do(s) autor(es) de várias obras referenciadas sucessivamente, na mesma página, pode(m) ser substituídos(s), nas referências seguintes à primeira, por um traço sublinear (equivalente a seis espaços) e ponto.

      Nota-se acima, que a norma anterior, dá a opção de utilizar ou não o traço sublinear (em negrito), coisa que não acontece na nova redação de 2018.

      Assim, quando a norma não dá uma opção para uso de tais recursos, o mesmo não pode ser utilizado.

      Obrigado pela visita!
      Eduardo.

  7. Carlos Otávio Flexa

    Corrigindo: “[…] ela não diz ‘devem ser repetidos.”.

Deixe uma resposta para Eduardo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s