Na Islândia não se oferecem presentes (trocam-se livros no Natal)

A maioria das casas da Islândia recebe um catálogo especial em outubro, o “bókatíðindi”. É lá que estão as grandes novidades literárias do ano daquele país e que são sempre apresentadas na mesma altura. A iniciativa não acontece por acaso. Desde a Segunda Guerra Mundial que é comum trocarem-se livros no Natal, em vez de se oferecerem os tradicionais presentes.

“Cerca de 70 por cento dos títulos chegam ao mercado nos três últimos meses antes do Natal. Para mim não há Natal se alguns dos melhores romances não forem lançados nessa altura”, explicou Kristján Andri Stefánsson, embaixador da Islândia ao “El País“. Depois de terem os nomes das novas publicações, os habitantes organizam uma lista das publicações que querem trocar na Consoada. Nessa noite passam-na a ler em convívio.

Este fenómeno — que tem o nome de “Jólabókaflóð” — é uma forma de apelar à cultura e desacelerar o consumismo tão frequente nesta época. Em 2003, por exemplo, a Islândia foi nomeada Cidade da Literatura pela Unesco, graças à devoção que todos têm pelos livros.

Disponível em: https://nit.pt/out-of-town/viagens/na-islandia-nao-oferecem-presentes-trocam-livros-no-natal. Acesso em: 26 dez. 2019.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s