Arquivo da categoria: Notícias

Projeto distribui gratuitamente cinematecas e bibliotecas para escolas públicas do Rio de Janeiro

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Projeto de revitalização de bibliotecas de MT é único do Brasil contemplado em edital internacional

O prazo para execução do projeto é de 12 meses, a partir do recebimento do recurso

projeto RevitaBibliotecas, do Sistema de Bibliotecas Públicas de Mato Grosso, foi o único do país contemplado no edital do 7º Concurso de Ajudas 2019, conduzido pelo Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas). Com a premiação, quatro bibliotecas públicas receberão investimentos de R$ 127,9 mil para promover ações de revitalização que incluem melhorias de infraestrutura, capacitação de agentes, inclusão e engajamento social nas comunidades.

Desse total de R$ 68,68 mil serão destinados pelo Iberbibliotecas e R$ 59,24 mil serão de contrapartida da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). O concurso é realizado anualmente, e as bibliotecas mato-grossenses contempladas foram: Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça (Cuiabá), Biblioteca Pública Municipal Antídia Coutinho (Araguaiana), Biblioteca Pública Municipal Sebastiana Falone (Cocalinho) e Biblioteca Pública Municipal Aquarela (Salto do Céu).

O prazo para execução do projeto é de 12 meses, a partir do recebimento do recurso. Além do projeto RevitaBibliotecas, foram contempladas outras 12 iniciativas que envolvem iniciativas desenvolvidas em bibliotecas da Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Equador, Paraguai, Costa Rica, México e Espanha.

Foto: Divulgação

A coordenadora do Sistema de Bibliotecas Públicas de Mato Grosso, Wadineia Almeida, explica que as bibliotecas de Araguaiana, Cocalinho e Salto do Céu foram escolhidas por estarem fechadas na época da inscrição do concurso e por serem os únicos equipamentos culturais dessas cidades. Dessa forma, o projeto mantém a proposta de oferecer e/ou ampliar o acesso à cultura para a população desses municípios. Em relação à Estevão de Mendonça, em Cuiabá, a instituição entrou na lista por ser a maior do Estado e a referência para os municípios do interior.

O projeto contemplado no edital prevê, ainda, a oferta de capacitações para todos os municípios do Estado, contemplando as 154 bibliotecas públicas inscritas no Sistema Estadual. O cronograma inclui a realização de um encontro com os seguintes temas: ‘Diretrizes e Orientações Básicas: Organização e gestão de biblioteca pública’, ‘Organização de acervo: classificação e sinalização’ e ‘Democratização da Informática’. Além disso, serão oferecidas as oficinas ‘Mediação de Leituras em Bibliotecas Públicas’, ‘Contação de histórias’ e ‘Leitura e Escrita em Braille’.

O RevitaBibliotecas é um projeto do Sistema Estadual e tem um planejamento anual de ações nas bibliotecas de Cuiabá e interior de Mato Grosso. A equipe vai até o local, promove o engajamento da equipe, realiza capacitações, faz orientação técnica sobre o correto funcionamento das bibliotecas e executa os procedimentos de revitalização e modernização das bibliotecas. “É um trabalho de ressignificação dos espaços, não apenas na estrutura física, mas principalmente na gestão. Como resultado, hoje os agentes municipais reconhecem o papel de transformação social das bibliotecas e atuam com foco nesse objetivo principal”, destaca o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec Benitez

O RevitaBibliotecas foi criado em 2017. Desde então, 17 instituições em Mato Grosso já foram contempladas pelo projeto, com recursos da Secel, prefeituras e comerciantes locais. Atualmente, o Sistema Estadual de Bibliotecas de Mato Grosso é composto por 154 bibliotecas públicas, sendo uma estadual, 142 públicas municipais e 11 comunitárias.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

TCE mostra 1/4 das escolas estaduais sem bibliotecas

O relatório descreve que, em algumas escolas, não há efetiva utilização do espaço por causa da desorganização do ambiente
TCE mostra 1/4 das escolas estaduais sem bibliotecas
Crédito da foto: Adival B. Pinto / Arquivo JCS

Um relatório divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) mostra um quadro deficitário na educação paulista. No exercício de 2018, a inspeção in loco, realizada em 133 escolas no Estado, aponta que 34 unidades de ensino fundamental não possuem bibliotecas/salas de leitura, o que representa 25% do total, ou seja, um quarto. O relatório descreve que, em algumas escolas, não há efetiva utilização do espaço por causa da desorganização do ambiente ou, às vezes, por falta de projeto pedagógico que integre atividades do professor para com o aluno. Além disso, 95% das 133 escolas estaduais do ensino fundamental e médio, fiscalizadas, não apresentaram laudo de vistoria do Corpo de Bombeiros.

O levantamento destaca também que o laboratório de Ciências é o ambiente menos presente nas escolas. Em 82% das unidades de ensino, em relação aos anos iniciais, não há um espaço estabelecido para o estudo da matéria.

Disponível em: https://www.jornalcruzeiro.com.br/sorocaba/informacao-livre/tce-mostra-1-4-das-escolas-estaduais-sem-bibliotecas/. Acesso em: 10 ago. 2019.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

5 dicas para passar em concursos de Biblioteconomia

Estudar para concursos de Biblioteconomia (assim como para concursos de qualquer área) é uma tarefa árdua.

São muitas informações disponíveis, muito tempo que deve ser dispensado e muitos lazeres que devem ser sacrificados.

O resultado final, claro, é valioso!

Que tal facilitar sua vida de concurseiro com as dicas abaixo? Aproveite!

***

1. Programe seu dia

Você sabe qual é seu melhor horário para estudar? Aquele em que você está mais disposto? Pode ser de manhã, logo ao acordar. Pode ser durante a tarde. Ou mesmo a noite e até de madrugada (algumas pessoas são “noturnas”, e está tudo bem para elas estudar no silêncio da  noite). Programe seu dia para estudar no seu melhor!

 

2. Crie seu material de estudo

Organizar o conteúdo da melhor forma para você é essencial para dominar o assunto e ganhar confiança para a prova! Esquemas, desenhos, post-its e até mapas mentais são recursos utilizados pelos concurseiros para ajudar a organizar e memorizar as informações.

 

3. Não espere o edital ser publicado

O preparo para concursos públicos deve ser feito com antecedência. Se o edital ainda não foi publicado, procure o edital do concurso anterior e veja o que foi cobrado na última prova. Evite esse erro e procure também a prova para resolvê-la e testar seus conhecimentos!

 

4. Travou na legislação? Assista vídeos do YouTube

Videoaulas estão muito em alta, não é mesmo? Quando o assunto é legislação (e é um tema que costuma ser cobrado em muitos concursos de Biblioteconomia), esteja preparado! Não é fácil estudar legislação, mas uma boa dica é procurar por vídeos no YouTube preparados por cursinhos para concursos ou mesmo especialistas na legislação apresentada no edital para facilitar o entendimento desse conteúdo.

 

5. Invista em um material que resolva sua dificuldade

Hoje há várias opções de apostilas, materiais, e-books e até cursos online para se preparar para concursos de Biblioteconomia. Em geral, essas opções apresentam o conteúdo de todas as áreas da Biblioteconomia de uma única vez. Mas nem todo mundo precisa estudar ou rever todos os assuntos. Nesse caso, vale a pena em investir um conteúdo especializado, como o Perguntão: Módulo Representação Temática.

Sua dificuldade é Classificação Decimal de Dewey (CDD)? Classificação Decimal Universal (CDU)? Indexação? Tesauro? Vocabulário controlado? Então conheça essa apostila especializada e inédita para concursos de Biblioteconomia que irá te ajudar a se tornar um craque no assunto!

 

Tem mais alguma dica de estudo? Conte para a gente!

 

Deixe um comentário

Arquivado em Concurso, Notícias

5 sugestões de livros para o Dia dos Pais

Que tal presentar seu pai com um livro no Dia dos Pais?

Veja abaixo as sugestões do Mundo Bibliotecário!

***

O rei do mundo – David Remnick

Na noite de 1964, quando Muhammad Ali (ainda Cassius Clay) subiu ao ringue com Sonny Liston, ele era tido como um sujeito irritante, um sujeito que se movimentava e falava demais. Seis rounds mais tarde, Ali não era apenas o mais novo campeão mundial dos pesos pesados – era “um novo tipo de negro”, como ele mesmo se denominou. O rei do mundo reconstitui a trajetória desse lutador que ajudou a transformar a política racial, a cultura popular e a noção de heroísmo dos norte-americanos. Repleto de detalhes saborosos e fotos reveladoras, O rei do mundo mostra Muhammad Ali como uma invenção de si mesmo: desde o menino Cassius e sua infância em Louisville até os treinos obsessivos e a mudança de nome e de religião. Ao descrever as principais lutas de Ali, David Remnick conseguiu capturar o espírito predominante da época que marcou a grande transformação da mentalidade americana, embalada pela ascensão política dos negros, por conflitos morais e pela disseminação de organizações como a Nação do Islã e a Máfia. Recusando-se a assumir qualquer papel exemplar ou corresponder a expectativas, Muhammad Ali marcou uma das décadas mais intensas do século XX – um tempo em que a vida se constituía de enfrentamentos duros, dentro e fora do ringue.

Abrace seu filho – Thiago Queiroz

“Com este livro você será não só uma mãe ou pai melhor, mas uma pessoa sensibilizada para a preciosidade da vida.” Fred Mattos Psicólogo e palestrante Num mundo em que as pessoas dizem que pais não podem dar muito colo, que não podem dar amor demais, mais um monte de outros “nãos”, Thiago Queiroz seguiu por um outro caminho. Ao receber a notícia da gravidez da esposa, passou a viver com os filhos uma história bem diferente da que teve com seu próprio pai, mais afetiva e participativa. E assim ele também criou uma das mais importantes redes sobre paternidade ativa na internet, oferecendo apoio e acolhimento a outros pais que buscam uma forma de se relacionar melhor com seus filhos. Este livro conta como o amor pelos filhos e a disciplina positiva mudaram a história de um homem. E de como ela pode mudar a sua também, se você abrir os braços para seus filhos. Todas as vezes que você abraça seu filho, você se cura um pouco. Todas as vezes que você abraça seu filho, você é abraçado de volta. Não perca nunca essa oportunidade que a vida lhe dá. Abrace seu filho agora. É o melhor que você pode fazer. Por ele e por você.

O papai é pop – Marcos Piangers

Então, você vai ser pai. Você sabe que precisa comprar uma casa maior. Tem que ter mais espaço pra criança. Tem que ter mais um quarto no apartamento. Tem que ter um berço novo, não pode ser aquele que a vizinha se dispôs a emprestar. Então você sabe que tem que trocar de carro, com seis airbags, no mínimo, ar-condicionado de fábrica. O que o humorista Marcos Piangers descobriu ao ser pai jovem é que essas preocupações não fazem diferença nenhuma. O que vale mesmo não é pagar pela melhor creche, se você é o último a buscar seus filhos. Não é comprar os melhores brinquedos, porque as crianças gostam mesmo é das brincadeiras que não custam nada. No fundo, o que importa mesmo, como os textos divertidos e emocionantes de Papai é Pop mostram, é você estar com seus filhos, não pensando em outra coisa, mas estar lá. De verdade.

 

Aprendi com meu pai – Luís Colombini

Mais do que de fatos, este é um livro de versões. Mais do que rigor ou precisão, o importante aqui são lembranças, cenas nas quais o filho se recorda do pai. É, ainda, um livro de memórias de 54 empresários, executivos, artistas, especialistas, músicos, esportistas, consultores, headhunters, jornalistas, publicitários. Todos bem-sucedidos, mas não necessariamente famosos, alguns bastante conhecidos, outros não. Alguns dos entrevistados: Arnaldo Jabor, Ivete Sangalo, Ives Gandra Martins, João Carlos Martins, Marisa Orth, Maurício de Sousa, Max Gehringer, William Bonner.

 

 

Pai de menina – Marcos Mion

De repente, a notícia: você vai ser pai… de uma MENINA?! E agora? Se você vive ou vai viver situação semelhante, esse livro é para você! Em Pai de menina, Marcos Mion divide com o leitor as decisões e os caminhos que o tornaram uma referência quando o assunto é educação e dedicação aos fi – lhos. Os posts que escreve sobre o assunto, lidos pelos seus mais de 28,5 milhões de seguidores nas redes sociais, viralizam de forma impressionante. Mion propõe um movimento que incentiva o homem a ser sensível, não ter vergonha de demonstrar amor nem de se envolver com “as coisas de menina”, saber a sua importância na vida de sua fi lha, seguir sua intuição paterna e, acima de tudo, ser presente! Ele constrói um verdadeiro guia para os pais. Apresenta práticas corriqueiras para se aproximar da sua fi lha e pequenas atitudes que são a chave para sermos bons pais. Sempre usando exemplos reais do dia a dia com a sua própria fi lha, Donatella, a Doninha. Mion é conhecido por sua criatividade, irreverência, talento e capacidade de comunicação, sendo um dos grandes nomes do entretenimento nos últimos 20 anos. Consciente da importância da relação com seus três fi lhos para todos os campos da sua vida, tomou como missão despertar os homens para essa oportunidade imperdível. Então, respire fundo e mergulhe nessa irmandade. Acredite, no fi nal deste livro, você vai descobrir que sua fi lha é a melhor coisa da sua vida!

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Guia reúne fontes de informação para quem tem ou quer ter uma startup

Legislação brasileira, revistas, fontes de fomento, entre outros aspectos, estão no material desenvolvido pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP

(imagem: Mariana Arrudas)

Legislação, fontes de financiamento e publicações na área são só alguns exemplos de informações aos quais empreendedores devem estar atentos. Em São Carlos, considerada a capital da tecnologia, há um grande número de empresas jovens e foi lá que nasceu o Guia de fontes de informação para startups.

O material foi desenvolvido pelo Serviço de Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP e traz fontes de informação específicas, qualificadas e sistematizadas para uso em empresas nesse perfil ou também para aqueles que desejam iniciar uma startup.

As informações apresentadas contemplam vasto material de livre acesso e documentos disponíveis na biblioteca da EESC. Entre as fontes citadas estão a legislação brasileira pertinente; revistas, livros e teses/dissertações e relatórios técnicos; rádio e televisão; buscadores web e mídias sociais; fontes de fomento e financiamento público e privado, além de apresentar os portais de governo, universidades, empresas e associações voltadas para essa área de interesse.

O guia traz também uma relação das startups instaladas em São Carlos até agosto de 2018. A produção contou com a coordenação da professora do Departamento de Engenharia de Transportes (STT), Ana Paula Camargo Larocca, e foi viabilizada por meio do 3º Edital Santander/USP/FUSP de Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP.

Mais informações: (16) 3373-9247 e 3373-9207 ou e-mail biblioteca@eesc.usp.br

Adaptado da Assessoria de Comunicação da EESC

Disponível em: http://www.inovacao.usp.br/guia-reune-fontes-de-informacao-para-quem-tem-ou-quer-ter-uma-startup/. Acesso em: 28 jul. 2019.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Bolsonaro extingue Conselho Consultivo do Plano Nacional do Livro e Leitura

PUBLISHNEWS, REDAÇÃO, 24/07/2019

Colegiado composto por voluntários tinha por missão dar assistência ao Plano que traça estratégias permanentes para a execução das ações de fomento à leitura no país

Na edição desta quarta-feira (24), o Diário Oficial da União trouxe o decreto 9.930 que alterou o dispositivo anterior que versava sobre o Plano Nacional do Livro e da Leitura (PNLL). Criado em 2006 e instituído em 2011, o PNLL traça as estratégias permanentes de planejamento, apoio, articulação e referência para a execução das ações de fomento à leitura no país.

A principal das mudanças aparece no artigo quarto que trata das instâncias colegiadas do PNLL. A principal mudança aqui é a extinção do Conselho Consultivo, composto por membros do colegiado setorial do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) na área de Literatura, Livro e Leitura, todos representantes da sociedade civil que não recebiam remuneração por esse trabalho. Entre os nomes do CNPC estão Bernardo Gurbanov, presidente da Associação Nacional de Livrarias (ANL); Raquel Menezes, presidente da Liga Brasileira de Editores (Libre); Ísis Valéria, ex-presidente da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e a bibliotecária Maria das Graças Monteiro Castro. Competia ao Conselho Consultivo dar assistência ao Conselho Diretivo, que sofreu mudança na sua composição. Pelo novo decreto, as bibliotecas públicas terão assento no Conselho.

A repercussão das mudanças presidenciais foi imediata entre os especialistas no assunto. José Castilho Marques Neto, que foi secretário-executivo do PNLL até o fim do governo Dilma e uma das vozes mais importantes na militância pelo Livro e Leitura, analisou: “Ao publicar este decreto modificando a estrutura do PNLL o governo Bolsonaro reafirma sua ojeriza a qualquer participação crítica da sociedade civil nas ações de governo. Trata-se de extinguir o vínculo mais direto (e crítico) da direção do PNLL, ou seja, seu Conselho Diretivo e sua Secretaria Executiva, com a sociedade civil organizada em torno do tema. O Conselho Consultivo sempre foi a voz direta dos vários grupos de interesse da sociedade no tema Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (LLLB) e agiu como um balizador estratégico das decisões do PNLL, auxiliando nas diretrizes multidiversas que este setor da cultura exige. Ao extinguir o Conselho Consultivo, o governo tenta abafar pressões sociais legítimas e atinge o coração do PNLL, que é justamente ouvir permanentemente a sociedade que está atenta ao tema. Para um olhar mais apressado o decreto exibe uma aparência de que está mais ou menos igual ao anterior, mas as mudanças cirúrgicas atingem o órgão vital do PNLL, no caso, a ligação direta com as múltiplas vozes do LLLB”.

Clique aqui para conhecer a íntegra do novo decreto.

[Matéria atualizada em 25/07/2019, às 10h40]

Disponível em: https://www.publishnews.com.br/materias/2019/07/24/bolsonaro-extingue-conselho-consultivo-do-plano-nacional-do-livro-e-leitura. Acesso em: 28 jul. 2019.

1 comentário

Arquivado em Notícias