Tecnologia RFID coloca bibliotecas em uma nova era

O RFID, em inglês Radio Frequency Identification, é um método de identificação automática feito por meio de sinais de rádio. Além de identificar o produto que conter a tag, ele também rastreia a sua localização – o que quer dizer que ele pode ser colocado em uma gama de objetos, como malas em aeroportos, embalagens, produtos, cargas e, muito eficientemente, em livros. Isso faz desta tecnologia uma grande aliada das bibliotecas.

É uma alternativa aos códigos de barra, porque consegue fazer a identificação da tag a distância. Tais etiquetas podem ser também ativas, de modo que enviem sinais da sua localização. O RFID é usado com sucesso no rastreio de bagagens, dando às companhias aéreas, aeroportos e passageiros, muito mais segurança e confiabilidade.

E quando transportamos isso para dentro de uma biblioteca? As vantagens são imensas, com potencial para dinamizar toda a lógica de organização e processos. Com o RFID, a gestão da biblioteca é totalmente modernizada. A primeira delas é que o seu inventário pode ser feito periodicamente de forma prática sem retirar os livros das estantes.

Bibliotecário realizando inventário em livros com tecnologia RFID

Isso economiza recursos e otimiza muito o tempo de gerenciamento da biblioteca como um todo, uma vez que as etiquetas são inteligentes e capazes de gerenciar dados que se traduzem em praticidade, segurança e agilidade. Desta forma, todos os processos são agilizados, incluindo empréstimos e devoluções.

No caso dos empréstimos, o RFID é capaz de fazer uma automação total dos processos, haja vista que permite as operações de empréstimo, devolução e renovação por meio de terminais de autoatendimento. Neles, usuários, sócios e alunos – dependendo do tipo de biblioteca – podem fazer isso sozinhos de forma fácil e intuitiva.

Outra vantagem da implantação da tecnologia RFID em bibliotecas é o dispositivo antifurto. Com as etiquetas inteligentes, é possível monitorar se um exemplar foi retirado indevidamente do acervo. Além disso, pode existir um alarme – assim como em lojas do varejo -, para que ele indique que há um livro passando indevidamente pela porta de saída.

A agilidade está presente também no cadastro de novas obras, economizando o tempo dos colaboradores e recursos. Há ainda mais vantagens em contar com esta tecnologia, que é a localização de uma obra dentro da própria biblioteca. Mesmo se ele estiver, por engano, em uma prateleira indevida, com o RFID é possível localizá-lo dentro do ambiente da biblioteca.

Todas essas vantagens já começam a ser percebidas por bibliotecas do mundo todo, inclusive no Brasil. Estima-se que há uma redução geral de 50% no tempo das operações executadas pelos bibliotecários. Para citar um exemplo prático, imagine uma pilha de livros a serem cadastrados. Ao invés de ler o código de barras manualmente de cada um deles, é possível realizar a leitura de todos os livros de uma só vez.

BIBILIOTECA NO AMAZONAS IMPLEMENTA RFID

Para citar um exemplo, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) implementou a tecnologia RFID da Bibliotheca em 2014 em 5 bibliotecas e se preparar para expansão para mais 2 bibliotecas em Parintins e Tefé.

Isso possibilitou que a biblioteca da UEA tornasse todo o seu acervo aberto. Desta forma, houve um aumento de circulação de usuários dentro da biblioteca, que se tornou a primeira do estado a trabalhar com o sistema de autoatendimento em 2017.

Para conhecer mais sobre o case na Universidade do Estado do Amazonas, acesse este link.

RFID Gate na Universidade do Estado do Amazonas

Em resumo, para uma biblioteca, o RFID simplifica todos os processos, reduzindo a carga de trabalho de busca, alterando a desconexão entre o processo de gestão de empréstimos e omissão de segurança, melhorando também a
eficiência do trabalho de estoque e reduzindo o custo com mão de obra. É a tecnologia a favor do conhecimento.

 

Convidamos você para conhecer um pouco mais sobre como RFID pode ajudar a melhorar a gestão da sua bibliotecaclique aqui!

 

SOBRE A BIBLIOTHECA

Por mais de 50 anos, a Bibliotheca é parceira de bibliotecas para atender às necessidades das suas comunidades em todo o mundo. Hoje, as bibliotecas estão competindo com o melhor das tecnologias e não podem se dar ao luxo de se manterem estagnadas. Na Bibliotheca, não estamos apenas aguardando que o tempo passe, estamos inventando o futuro. Por meio da tecnologia integrada, reinventamos o funcionamento das bibliotecas para inspirar e encantar todo o tipo de pessoas, onde quer que elas estejam: em casa, em trânsito ou dentro das quatro paredes da biblioteca.  A Bibliotheca é parceira de 30.000 bibliotecas em todo o mundo para tornar a experiência da biblioteca – física e digital – simples, intuitiva e inclusiva. Combinamos uma visão global com um suporte local forte, então, não importa onde você esteja, teremos por perto uma equipe para ajudar a garantir que sua biblioteca esteja pronta para tudo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: