Arquivo da tag: 6023

Referência de norma técnica: como fazer conforme a ABNT NBR 6023:2018?

O que é uma norma técnica?

Em seu site, a ABNT apresenta a seguinte definição para “norma técnica”:

A definição internacional de norma diz que é um “documento estabelecido por consenso e aprovado por um organismo reconhecido, que fornece, para uso comum e repetitivo, regras, diretrizes ou características para atividades ou seus resultados, visando à obtenção de um grau ótimo de ordenação em um dado contexto.”

A esta definição podemos acrescentar a recomendação de que “convém que as normas sejam baseadas em resultados consolidados da ciência, tecnologia e da experiência acumulada, visando à otimização de benefícios para a comunidade.” Ou seja, as Normas técnicas fazem as coisas funcionarem. Elas fornecem especificações de classe mundial para produtos, serviços e sistemas. Garantem a qualidade, a segurança e a eficiência.

Fonte: Wikimedia Commons

Como fazer a referência de uma norma técnica?

Apresentada a definição de norma técnica, vamos à sua elaboração.

Esse tipo de documento é elaborado por alguma instituição, seja ela pública ou privada. Assim, na regra 8.1.2 da ABNT NBR 6023:2018 temos que:

8.1.2 Pessoa jurídica

As obras de responsabilidade de pessoa jurídica (órgãos governamentais, empresas, associações, entre outros) têm entrada pela forma conhecida ou como se destaca no documento, por extenso ou abreviada.

Assim, a entrada para uma norma técnica é feita pela pessoa jurídica em caixa alta, conforme o exemplo da regra citada:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 14724: informação e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2011.

Os demais elementos da referência são:

  • Título: com destaque em negrito ou itálico
  • Subtítulo: sem destaque
  • Local: cidade de publicação (sem indicação do Estado, erro muito comum em referências bibliográficas pela ABNT)
  • Editora: geralmente (mas não é regra) a própria entidade que elaborou a norma
  • Data: ano de publicação (sem indicação de dia e mês – ou erro comum -, que só são utilizados na indicação de data de acesso de documentos eletrônicos)

Outro exemplo de referência bibliográfica de norma técnica encontra-se na regra 8.7.3 da ABNT NBR 6023:2018:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Sistemas de armazenagem. São Paulo, 19 set. 2017. Facebook: ABNT Normas Técnicas @ABNTOfcial. Disponível em: https://www.facebook.com/ABNTOfcial/?hc_ref=ARRCZ0mN_XLGdpWXonecaRO0ODbGisTE2siVEPgy_n8sEc1sYCO_
qGLCqynp1lGE2-U&fref=nf
. Acesso em: 21 set. 2017.

Além de ser um modelo de referência bibliográfica de norma técnica, o exemplo acima também é um modelo de referência de um documento eletrônico disponível em redes sociais.

Este post te ajudou? Gostaria de ver modelos de referências para outros documentos?

Comente!

2 Comentários

Arquivado em Notícias

A ABNT NBR 6023:2018 dispõe sobre quais formas de organização das referências?

A seção 9, Ordenação das referências, da ABNT NBR 6023:2018, esclarece que

Os sistemas mais utilizados são: alfabético e numérico (ordem de citação no texto).

As referências dos documentos citados em um trabalho devem ser orientadas de acordo com o sistema para citação no texto, conforme a ABNT NBR 10520.

 

Photo by Helloquence on Unsplash

 

No sistema alfabético, temos

As referências devem ser reunidas no final do trabalho, do artigo ou do capítulo, em ordem alfabética de seus elementos. Se houver numerais, considerar a ordem crescente.

Exemplo:

DREIFUSS, René. A era das perplexidades: mundialização, globalização e planetarização. Petrópolis: Vozes, 1996.

 

Já no sistema numérico, a norma expõe que

As referências devem ser numeradas de acordo com a ordem em que aparecem no texto pela primeira vez e colocadas nesta mesma ordem.

Exemplo:

No texto:

Todos os índices coletados para a região escolhida foram analisados minuciosamente².

Na lista de referências:

2 BOLETIM ESTATÍSTICO [DA] REDE FERROVIÁRIA FEDERAL. Rio de Janeiro, 1965. p. 20.

 

Portanto, qualquer outra forma de organização das referências não prevista pela norma, (por exemplo, ordem alfabética de autores no tema X no trabalho, seguido da ordem alfabética de autores no tema Y), não corresponde ao que recomenda a ABNT NBR 6023:2018.

Nesses casos, deve-se procurar saber se a instituição possui alguma diretriz específica para citação e referências ou se segue outra norma, a exemplo de ISO, APA e Vancouver.

 

Tem mais alguma dúvida sobre a ABNT NBR 6023:2018? Fique a vontade para comentar e responderemos sua dúvida em um próximo artigo!

5 Comentários

Arquivado em Notícias

Como fazer referência de games com a ABNT NBR 6023:2018?

No artigo de hoje, vamos explicar como fazer a referência de games (jogos eletrônicos) com a ABNT NBR 6023:2018.

Ficou interessado? Então continue a leitura e confira!

Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Notícias

Ainda existe o traço sublinear (underline) na norma ABNT NBR 6023:2018?

Na nova norma ABNT NBR 6023;2018 (Referências), não há mais a recomendação de utilizar seis traços sublineares (underline) para não repetir o mesmo autor.

Como era?

Na primeira edição da norma, a regra 9.1.1 expunha que

9.1.1 Eventualmente, o(s) nome(s) do(s) autor(es) de várias obras referenciadas sucessivamente, na mesma página,
pode(m) ser substituído(s), nas referências seguintes à primeira, por um traço sublinear (equivalente a seis espaços) e
ponto.

Era muito comum o uso desse recurso, embora não fosse obrigatório.

 

Como ficou?

Atualmente, esse recurso não existe mais no tópico 9 Ordenação das referências. Portanto, quando houver mais de uma obra do mesmo autor, tanto o prenome como o sobrenome devem ser repetidos.

O tópico 9 apenas descreve e exemplifica o uso dos sistemas alfabético e numérico (ordem de citação no texto), sem apresentar a opção do traço sublinear.

 

 

BÔNUS

Há exemplos na nova edição da ABNT NBR 6023:2018 em que algumas referências constam com o termo Anais grafado das seguintes formas:

Anais […]

[Anais]

Uma situação em que isso ocorre é na regra 7.8.5 Parte de evento em meio eletrônico.

 

No exemplo 1, temos:

– Elementos essenciais

GUNCHO, M. R. A educação à distância e a biblioteca universitária. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 10., 1998, Fortaleza. Anais […] . Fortaleza: Tec Treina, 1998. 1 CD-ROM.

 

No exemplo 3, temos:

– Elementos essenciais

BADKE, T.; ZACARIAS, R. Certificação e assinatura digital. In: INTERLOGOS, 2006, Vitória. [Anais]. Vitória: AARQUES, 2006. 1 CD-ROM. Diretório: \Palestrates\Palestras de 24 de Agosto.

 

Afinal, qual forma está correta?

Ambas!

A diferença entre elas é explicada no seguinte parágrafo do tópico 4 Elementos da referência:

Os elementos essenciais e complementares são retirados do próprio documento e devem refletir os dados do documento consultados. Na inexistência desses dados, utilizam-se outras fontes de informação, indicando-os entre colchetes.

Assim, conclui-se que a novidade é somente a grafia Anais […], pois anteriormente escrevia-se Anais…

 

Se você tiver alguma dúvida ou gostaria de ver algum modelo de referência para algum documento específico, deixe um comentário!

9 Comentários

Arquivado em Notícias