Arquivo da tag: biblioteca digital

Senac lança biblioteca digital com mais de 600 livros gratuitos

Na plataforma, é possível selecionar livros favoritos, adicionar anotações sobre o conteúdo e criar listas de leitura

Uma excelente notícia para quem é apaixonado por leitura e não quer deixar o hábito de lado durante a quarentena: uma biblioteca digital foi lançada, com mais de 600 livros gratuitos.

A iniciativa é do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), que dará acesso gratuito material a todos os estudantes e colaboradores da instituição. As obras são de diversas áreas e é possível acessá-las através de um sistema de acesso remoto, que permite ao usuário flexibilidade na hora da leitura.

Além disso, ao navegar pela biblioteca digital é possível selecionar livros favoritos, adicionar anotações sobre o conteúdo e criar listas de leitura. Entre as opções didáticas disponibilizadas estão, por exemplo, conteúdos de Ciências Humanas, Saúde, Bem-Estar e Beleza, Comunicação e Artes, Design, Arquitetura, Moda, Educação, Gastronomia e Nutrição, Turismo e Hotelaria, Eventos e Desenvolvimento Social e Tecnologia da Informação.

Para ter acesso, basta acessar o site www.bibliotecadigitalsenac.com.br.

Disponível em: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/senac-lanca-biblioteca-digital-com-mais-de-600-livros-gratuitos/. Acesso em: 25 abr. 2020.

2 Comentários

Arquivado em Não classificado

Goethe-Institut disponibiliza gratuitamente mais de 21.000 títulos em biblioteca digital

Biblioteca Onleihe oferece livros, revistas, jornais, músicas, audiobooks e filmes – quase tudo em alemão

Para quem lê alemão ou quer se aperfeiçoar no idioma, o Goethe-Institut oferece o acesso on-line gratuito a mais de 21.000 títulos – quase todos em alemão – disponíveis na biblioteca digital Onleihe: https://www.onleihe.de/goethe-institut/.

Segundo a funcionária responsável pelo Centro de Informação do Goethe-Institut Curitiba, Juliane Müller, a Onleihe independe de uma Biblioteca física e oferece livros, revistas, jornais, músicas, audiobooks e até filmes em alemão, alguns com legendas em inglês, com streaming para PCs e laptops (mas não para celulares ou tablets). “Qualquer pessoa pode usar a Onleihe”, diz. “Para usar no celular ou tablet, é só baixar o aplicativo gratuito. Já no PC ou laptop, é necessário ter ou baixar o Adobe Digital Editions e abrir a página no navegador.”

Juliane conta que os títulos disponíveis estão divididos em temas, como material para o aprendizado do alemão, biblioteca infantil com quase dois mil títulos, literatura, entretenimento e mais de 5.600 músicas. Entre os títulos recém adquiridos, estão os livros em alemão Die Stadt der Träumenden Bücher, de Walter Moers, e Flexen, de Anke Stelling, e em inglês, The Three Escapes of Hannah Arendt, de Ken Krimstein, e The Incredible yet True Adventures of Alexander von Humboldt, de Volker Mehnert.

Sobre o Goethe-Institut Curitiba
Em Curitiba desde 1972, o Goethe-Institut é o Instituto Cultural oficial da República Federal da Alemanha, fundado em 1951 na cidade de Munique, na Alemanha. Atualmente, o Goethe-Institut possui 157 sedes em 98 países, sendo 12 somente na Alemanha e cinco no Brasil. O objetivo é promover o conhecimento da língua alemã em todo o mundo assim como o intercâmbio cultural.

O Goethe-Institut Curitiba fica na Rua Reinaldino S. de Quadros, 33, mas está fechado para atendimento presencial até pelo menos o dia 4 de maio de 2020. Os canais de comunicação são o e-mail info-curitiba@goethe.de e o telefone (41) 3262-8244, com atendimento de segunda a sexta, das 10h às 16h. Mais informações no site do Goethe-Institut Curitiba: https://www.goethe.de/curitiba.

Disponível em: https://paranashop.com.br/2020/04/goethe-institut-disponibiliza-gratuitamente-mais-de-21-000-titulos-em-biblioteca-digital-2/. Acesso em: 21 abr. 2020.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

ONU lança biblioteca digital com 900 mil documentos à disposição do público

Plataforma será o ponto de acesso global à informação das Nações Unidas, incluindo material histórico e registros contemporâneos. Biblioteca foi desenvolvida por meio de tecnologia de código aberto pela Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN).

Uma das salas da Biblioteca Dag Hammarskjöld, na sede da ONU em Nova Iorque. Foto: ONU

Uma das salas da Biblioteca Dag Hammarskjöld, na sede da ONU em Nova Iorque. Foto: ONU

A ONU lançou no mês de maio um repositório que conta atualmente com cerca de 900 mil registros. Segundo a organização, a plataforma será o ponto de acesso global à informação das Nações Unidas, incluindo material histórico e registros contemporâneos.

A iniciativa é uma parceria entre a Biblioteca Dag Hammarskjöld das Nações Unidas e a Biblioteca do Escritório das Nações Unidas em Genebra. A plataforma fornece acesso a materiais produzidos pela organização em formato digital e sem custo algum, e faz parte de um esforço de promover a transparência, o livre acesso à informação e a preservação do acervo documental da ONU.

A biblioteca foi desenvolvida por meio de tecnologia de código aberto pela Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN) e engloba métricas de administração e de código aberto.

O sistema incorpora conteúdo apresentado em diversos bancos de dados autônomos, como o Sistema de Informação Bibliográfica da ONU (UNBISNET) e o Sistema de Documentos Oficiais das Nações Unidas. No total, são quase 900 mil registros, número que aumenta diariamente.

Entre os documentos disponíveis estão documentos oficiais da ONU e publicações de acesso público, discursos e dados de votações nos diferentes órgãos da organização, mapas, resoluções, atas de reuniões e uma diversa coleção de documentos institucionais.

A plataforma está disponível nos seis idiomas oficiais da organização, além de alguns outros não oficiais, em certos casos.

Para utilizar a Biblioteca Digital da ONU, os usuários devem acessar a página e fazer a busca utilizando os diferentes filtros, como tipo de documento ou órgão, agência ou organismo do Sistema ONU. O conteúdo também está disponível para download.

Acesse o repositório em https://digitallibrary.un.org.

Disponível em: <https://nacoesunidas.org/onu-lanca-biblioteca-digital-com-900-mil-documentos-a-disposicao-do-publico/>. Acesso em: 16 jul. 2017.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Biblioteca digital de livros para crianças lusófonas

Pequenos Leitores – 08/09/2015

A dica veio de Sam Cyrus, blogueiro que morava em Portugal e, mesmo sem ser pai, acompanha o nosso trabalho no Mãe com Filhos. Trata-se de uma Biblioteca digital de livros para crianças com títulos em português, mas de versão lusitana. Depois das discussões do Acordo Ortográfico, que tal apresentarmos às nossas crianças uma forma diferente de usar nossa língua?

Segundo Fátima André do  Revisitar a Educação, o site Biblioteca de Livros Digitais é um espaço interessante e com bons recursos para trabalhar com crianças, especialmente as que estão em fase pré-escolar e no ensino fundamental. Como ela mesma sugere, “excelentes viagens pelo mundo do imaginário e do conhecimento”.

A leitura e a descoberta de novos títulos é uma viagem que pode ser feita em família, aproveitando o final de semana ou mesmo os momentos do final do dia, antes do beijo de boa noite, fortalecendo laços e aproximando pais e filhos neste cotidiano tão corrido que vivemos.

Disponível em: <http://www.blogdogaleno.com.br/2015/09/10/biblioteca-digital-de-livros-para-criancas-lusofonas>. Acesso em: 14 set. 2015.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

7º Colóquio de Bibliotecas Digitais – Alemanha, França e Brasil

Conteúdos digitais em biblioteca:

inovações de mercado, práticas profissionais de mediação e desafios ligados à inserção no território

7º Colóquio de Bibliotecas Digitais – Alemanha, França e Brasil
3 de setembro 2015, quinta-feira – das 9h00 às 18h00
Alameda Nothmann, 185
Alemão e francês com tradução simultânea
Inscrições gratuitas e antecipadas até 31.08.2015 contendo nome completo, instituição e email.
11 – 3296-7001
biblioteca@saopaulo.goethe.org

O 7º Colóquio de Bibliotecas Digitais visa refletir sobre o papel da biblioteca digital como mais uma ferramenta para dinamizar o acesso ao livro. As palestras abordarão o futuro digital e os desafios da nova realidade nas bibliotecas alemãs, francesas e brasileiras. Os diferentes modelos de negócio de e-books: acesso perpétuo, assinatura e pay-per-view, a interface entre games, plataformas digitais, social reading e direito autoral na era digital também serão abordados.

Programa:

Manhã

8h00 – Recepção e credenciamento

9h00 – Abertura

Mediação: de Regina dos Anjos Fazioli – coordenadora da Biblioteca Virtual do Governo do Estado de São Paulo

9h30 – Um livro é um livro: direitos iguais para o impresso e o digital
Barbara Schleihagen, gerente da Associação Alemã de Bibliotecas

10h30 – Posicionamento do editor: entre conservadorismo e inovação
Gilles Colleu, diretor de produção e desenvolvimento digital da editora Actes Sud, co-diretor da editora Vents d’Ailleurs posicionamento do editor: entre conservadorismo e inovação editora Vents d’Ailleurs

11h30 – Discussão plenária

12h00 – Intervalo para almoço

Tarde

Mediação: Zaira Regina Zafalon – docente no curso deBiblioteconomia e Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos

13h30 – E-Mídias na biblioteca pública de Bremen – um relato prático
Inge Emskötter, bibliotecária, diretora de mídias da Biblioteca Pública de Bremen

14h30 – Livros digitais e bibliotecas: quais mudanças devemos esperar? Liliana Giusti Serra, bibliotecária dos sistemas SophiA Biblioteca e SophiA Acervo

15h30 – Intervalo

16h30 – Como atingir os públicos distantes? Relatório de experiências francesas: a BPI e as biblioteca da Cidade de Bordeaux?
Mélanie Archambaud, gerente do setor “Nova Geração”,Bibliothèque Publique d’Information de Paris e futura responsável pela cooperação da rede de bibliotecas públicas de Bordeaux

17h30 – Espaço para discussão plenária

É obrigatória a apresentação do rg original para o empréstimo dos fones de tradução

Certificados eletrônicos serão enviados após o evento

Estacionamento do Sesc – Entrada pela Alameda Cleveland, 529

Evento realizado em parceria com:

Com o apaio:

 

 

Disponível em: <http://www.goethe.de/ins/br/sap/ver/pt14656399v.htm>. Acesso em: 20 ago. 2015.

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos

IBAMA disponibiliza biblioteca digital com 130 mil itens

Olá pessoal!

A sede do Ibama, em Brasília, possui uma biblioteca aberta ao público com 130 mil itens entre livros, teses, periódicos, imagens e vídeos. Mas só quem ia à capital federal podia consultá-los fisicamente. Aos poucos, porém, esse material começou a ser digitalizado e incluído na internet, dentro da biblioteca digital do órgão. O objetivo é disponibilizar na rede todo o material devidamente autorizado para que qualquer pessoa no país possa consultá-lo livremente.

Também é objetivo integrar à biblioteca digital do Ibama as bases de bibliotecas de todo o país que fazem parte da Rede Nacional de Informação sobre o Meio Ambiente (Renima). Também há planos para integrar conteúdo de instituições internacionais no futuro.

Para acessar a biblioteca, basta clicar no seguinte link (http://www.ibama.gov.br/sophia/)

Compartilhe este artigo!

Disponível em: <http://canaldoensino.com.br/blog/ibama-disponibiliza-biblioteca-digital-com-130-mil-itens>. Acesso em: 3 ago. 2015.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Biblioteca Digital da USP ultrapassa marca de 50 mil títulos

Da Agência USP de Notícias

A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) da USP ultrapassou a marca de 50 mil títulos, entre dissertações de mestrado, teses de doutorado e livre-docência.

No dia 1º de dezembro, a BDTD registrava 29.717 dissertações, 19.991 teses e 359 livre-docência, totalizando 50.067 documentos.

Lançada em 28 de junho de 2001, a Biblioteca Digital reúne o maior acervo digital institucional do Brasil. O acesso aos títulos está disponível para qualquer interessado no site da BDTD.

Disponível em: <http://www5.usp.br/71808/biblioteca-digital-da-usp-ultrapassa-marca-de-50-mil-titulos/>. Acesso em: 2 dez. 2014.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Biblioteca da Câmara conclui digitalização de 200 obras raras

Câmara dos Deputados – 30/07/2014

Foi concluído o projeto de digitalização de 200 obras raras do acervo da Biblioteca Pedro Aleixo, da Câmara dos Deputados. Os livros e periódicos, que datam dos séculos 16 ao 20, já podem ser acessados gratuitamente na página Biblioteca Digital na internet.

No total, a Câmara possui cerca de 4.600 obras raras e 108 títulos de periódicos raros. As 200 obras digitalizadas foram selecionadas a partir de aspectos como conteúdo, elevado valor histórico e demanda de consultas.

Entre os títulos digitalizados recentemente estão coletâneas da legislação do Império e edições do Jornal das Trincheiras (órgão da Revolução Constitucionalista de 1932). A obra mais antiga que está disponível no formato digital é um relato em latim, do ano de 1537, sobre as grandes expedições de navegadores como Cristóvão Colombo e Américo Vespúcio.

Preservação do acervo
O projeto de digitalização foi concluído seis meses antes do previsto, já que a expectativa era finalizá-lo em dezembro deste ano. A digitalização foi feita com o uso de escâneres planetários, equipamentos que registram o material impresso em alta resolução sem danificar as páginas do arquivo.

As publicações digitalizadas estão disponíveis no site http://www.camara.leg.br, nos menus “Documentos e Pesquisa”, “Biblioteca Digital” e “Obras Raras”. Para acessar, clique aqui.

Da Redação – PT

Disponível em: <http://www.blogdogaleno.com.br/2014/08/06/biblioteca-da-camara-conclui-digitalizacao-de-200-obras-raras>. Acesso em: 8 ago. 2014.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Cursos para o 2º semestre de 2014 da Innova Gestão

CURSOS 2º Semestre de 2014
INSCRIÇÕES ABERTAS – RESERVE A SUA VAGA

DESCONTOS de 15% PARA ASSOCIADOS DA ABDF, SBGC E ABRAINFO

 

CURSOS 2º Semestre de 2014
INSCRIÇÕES ABERTAS – RESERVE A SUA VAGA

DESCONTOS de 15% PARA ASSOCIADOS DA ABDF, SBGC E ABRAINFO

Cursos
Detalhes
Inscrição
CURSO DE GESTÃO DOCUMENTAL E MEMÓRIA APLICADAS AO SISTEMA DE JUSTIÇA (11 e 12/08)
CURSO DE CLASSIFICAÇÃO DE PETIÇÕES E PROCESSOS JUDICIAIS UTILIZANDO AS TABELAS PROCESSUAIS UNIFICADAS E A NUMERAÇÃO ÚNICA DE PROCESSOS (29/08)
CURSO DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA COM O USO DO ICA-ATOM (22 e 23/09)
GESTÃO DO CONHECIMENTO APLICADA ÀS UNIDADES DE INFORMAÇÃO (30 e 31/10)
CURSO DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS COMO INSTRUMENTO DE PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA EM ARQUIVOS PERMANENTES (27 e 28/11)
CURSO DE ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO COMO BASE PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO (11 e 12/12)
DESENVOLVIMENTO DE BANCOS DE CONHECIMENTOS, REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS E BIBLIOTECAS DIGITAIS UTILIZANDO O DSPACE (sem data definida)

Disponível em: <http://www.innovagestao.com.br/>. Acesso em: 16 jul. 2014.

1 comentário

Arquivado em Curso

Primeira biblioteca comunitária digital do país é lançada em Ribeirão Preto (SP)

Ribeirão Preto Online – 23/04/14

A Fundação Educandário Cel. Quito Junqueira abriu na quarta-feira (23), Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor, a primeira biblioteca comunitária digital do país a fazer empréstimos de eBooks.

A Biblioteca Digital do Educandário vai atender os jovens e adolescentes do Complexo do Aeroporto, que já são atendidos pela instituição. O projeto-piloto, que é pioneiro no País, terá seis meses de duração e contará com um acervo digital básico de 10 mil eBooks: serão 1.000 diferentes títulos de diversos gêneros da literatura, com destaque para as obras de literatura infantil e juvenil.

A leitura dos livros digitais será feita em tablets a partir de uma conexão com a internet e pode ocorrer também em smartphones, notebooks, computadores e eReaders (dispositivos de leitura digital). Cada usuário terá login e senha para acessar a biblioteca digital de qualquer aparelho, inclusive de outros lugares.

A biblioteca funciona como uma espécie de “Netflix (a empresa que empresta filmes pela internet) dos livros”. Porém, com uma vantagem adicional: ao carregar o eBook na tela, o usuário pode até desconectar a internet que mesmo assim pode ler o conteúdo offline.

A Fundação Educandário disponibilizou, inicialmente, 13 tablets. Além do uso nos projetos que acontecem no local, também poderão ser emprestados dispositivos para leitura em casa. Os eBooks com até 42 páginas podem ser emprestados por uma semana (com possível prorrogação de mais uma) e os demais por 15 dias, com direito a uma prorrogação. Aqueles eBooks que têm acima de 200 páginas podem ter o empréstimo prorrogado mais de uma vez.

“A era digital vai promover uma verdadeira revolução na leitura no Brasil, com impactos extraordinários na educação”, afirma o presidente da Árvore de Livros S.A., Galeno Amorim, que até o ano passado presidiu a Fundação Biblioteca Nacional e também foi secretário municipal de Cultura em Ribeirão. A Árvore desenvolveu um modelo de negócios pioneiro e vai atuar em todo território nacional junto a redes de ensino públicas e escolas privadas, bibliotecas e empresas.

“Com esse projeto, vamos ampliar o acesso aos livros aos adolescentes que participam do nosso programa, com uma disponibilidade ampla de títulos”, diz o presidente da Fundação Educandário, Marcos Awad. “Seria muito mais difícil reunir tantos títulos de papel, enquanto os eBooks facilitam muito o acesso, agilizando o aprendizado”, completa Awad.

Disponível em: <http://www.blogdogaleno.com.br/2014/04/24/primeira-biblioteca-comunitaria-digital-do-pais-e-lancada-em-ribeirao-preto-sp>. Acesso em: 25 abr. 2014.

2 Comentários

Arquivado em Notícias