Arquivo da tag: bibliotecário

Como se preparar para o concurso de bibliotecário da Câmara com mapa mental

A Câmara Legislativa do Distrito Federal realizará concurso para uma vaga de bibliotecário. O salário é de R$ 15.879,40!

As inscrições estarão abertas de 25/06 a 25/7.

Se você tem a intenção de prestar esse concurso, precisa conhecer o mapa mental, uma excelente ferramenta que já me ajudou a passar em diversas provas e concursos.

Está pronto?

Fonte: http://www.tonybuzan.com/about/mind-mapping/

Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Concurso

FALA, BIBLIOTECÁRIA: Bibliotecários pela internet! por Gabriela Pedrão

A bibliotecária Gabriela Pedrão, que possui o canal do YouTube “É o último, juro!”, lançou um vídeo no início do mês onde lista os bibliotecários que possuem blogs, páginas no Facebook e canais pela internet.

A lista completa não coube no vídeo, mas foi publicada no blog no canal.

Agradeço a Gabriela pela inclusão do Mundo Bibliotecário na lista!

E sucesso no “É o último, juro!”!

3 Comentários

Arquivado em Notícias

9 dicas de como profissionais da informação podem driblar a crise

Fonte: https://hifenassessorialinguistica.wordpress.com/2014/01/08/sebos-de-poa/
Fonte: https://hifenassessorialinguistica.wordpress.com/2014/01/08/sebos-de-poa/

Jefferson André de Jesus Corredor – Estagiário na Associação Pinacoteca Arte E Cultura – Apac

Em tempos de crise, muitos profissionais tornam-se autônomos. Na área da Biblioteconomia não é diferente. Para incrementar a renda, ou mesmo contornar uma emergência, trabalhadores com ou ser diploma dão um jeito de conjugar a paixão pela Ciência da Informação com a sobrevivência.

A seguir 9 projetos em que profissionais de Biblio podem se dar bem. (Verifique a legislação para as atividades e setores envolvidos e a possível obrigatoriedade de associação a grupos de classe ou certificados em sua região).

1.     Livreiro

Amantes de livros sabem geralmente como negociá-los. Os sebos já estão aí há muito tempo. A novidade, agora, é a facilidade de vender livros pela internet. Existem inúmeras plataformas em que você pode anunciar aquele livro que não lê mais, levantar um dinheirinho e abrir espaço nas estantes. Umas das ferramentas mais difundidas são a Estante Virtual e o Sebos On-Line. Para quem não quer pagar para ter seu acervo a venda, é possível sempre abrir seu próprio site ou blog.

2.      Revisor de trabalhos acadêmicos

As normas da ABNT são matéria-prima para profissionais da informação. No Brasil, muitas faculdades possuem manual de metodologia científica próprio, exigindo diferentes formatações dos trabalhos acadêmicos. Temos aí uma oportunidade de atuação, especialmente para padronização de referência bibliográfica. Corretores ortográficos, programas que incluem citações e o material da ABNT já na net facilitam muito o trabalho.

3.      Consultor

A experiência em bibliotecas especializadas, universitárias e em empresas de Arquitetura da Informação podem render bons frutos. Nossa expertise em atividades tão delicadas, como a visita de fiscais do MEC, e específicos, como a organização e hierarquização de informações em um site, podem ser recursos valiosos. Pense em elaborar um portfolio que mostre seu envolvimento nesses processos.

4.      Conteudista

Todo profissional da informação é um pouco pesquisador. Muitas vezes, colegas de trabalho ou faculdade, conhecidos ou mesmo professores precisam de levantamentos rápidos, compilação de obras de referência, ou ainda uma apresentação de slides mais elaborada (com fonte bibliográfica!). Conhecimentos em idiomas estrangeiros também são um diferencial. Mostre seus talentos na pesquisa e nos powerpoints da vida.

5.      Pesquisador

Grandes capitais brasileiras possuem grandes acervos, correto? Sim. Bibliotecas, museus, galerias, centros culturais, centros de memória, centros de documentação e arquivos frequentemente elaboram projetos temporários que demandam profissionais capacitados.

6.      Booktuber

Falar sobre livros sempre foi um prazer. E você pode até conseguir algum dinheiro por isso. É o que fazem os booktubersvlogueiros e youtubers que se dedicam a apresentar ou comentar obras em plataformas de vídeo. Existem alguns booktubersbrasileiros na internet, porém poucos (ou quase nenhum) possui formação em Biblioteconomia. Muitas editoras começam a investir nesses blogueiros, o que prova a expansão desse serviço.

7.      Youtuber

A recente iniciativa Ser Bibliotecário é um bom exemplo de como é possível atuar como youtuber e talvez monetizar seu conteúdo, com o passar do tempo. Gabriela Pedrão, do canal Fala Bibliotecária, em suas incursões técnicas, é também exemplo de como podemos falar de Biblioteconomia de modo simples – material pelo qual os primeiroanistas dos cursos da área estão ansiosos!

8.      Indexador

O volume cada vez maior de arquivos na internet pede profissionais que saibam representar seu conteúdo, já que a folksonomia parece não ser resposta para tudo. Como indexadores, os profissionais da informação podem encontram um bom espaço em canais do youtube, em empresas de mídia (jornais, televisões, rádios etc), em sites de editoras, em sebos etc.

9.      Preservador digital

Só agora a área de preservação digital começa a ganhar espaço nas empresas brasileiras. Um profissional com conhecimentos de scanner e organização de arquivos digitais, inclusive quanto a formatos, encontrará amplo espaço de atuação nesse segmento. Há já alguns textos na internet sobre política e estratégias de preservação digital e diversos cursos e capacitações para esse trabalho, inclusive online.

Disponível em: <https://www.linkedin.com/pulse/9-dicas-de-como-profissionais-da-informa%C3%A7%C3%A3o-podem-de-jesus-corredor/?trackingId=D5AyMZiSSXxOgewHqC3VgA%3D%3D>. Acesso em: 8 jan. 2018.

2 Comentários

Arquivado em Notícias

Inscrições abertas para o 2018 Mortenson Center Associates Program

Imagine, Design, Engage, Act

A Professional Development Program for Library Leaders and Innovators

A biblioteca da Universidade de Illinois está com as inscrições abertas até 4 de janeiro de 2018 para bibliotecários de fora dos Estados Unidos participarem com profissionais líderes na implantação de ações e iniciativas nas seguintes áreas:

  • Liderança, Inovação e Comunicação
  • Coleções digitais e impressas
  • Tecnologia da Informação
  • Marketing e Advocacy
  • Rede internacional de contatos profissionais
  • Projeto de Mudança e Engajamento da Comunidade
  • Repositórios Institucionais

O programa tem custo de aproximadamente 4.ooo dólares e o período de realização é de 23 de maio a 19 de junho de 2018.

Leia o blog dos associados de 2017

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Consulta Pública – Código de Ética do Bibliotecário

O Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB), visando ampliar as discussões sobre a reformulação do Código de Ética do Bibliotecário brasileiro, iniciará no dia 10/11/2017 uma Consulta Pública on-line sobre a proposta de texto do Novo Código de Ética e Deontologia do Bibliotecário brasileiro, cujo texto preliminar segue anexado. A Consulta estará aberta até o dia 10/12/2017

Interna e externamente, as discussões sobre as questões éticas relacionadas com a atuação do Bibliotecário, com vistas a reformulação do seu vigente Código de Ética, foram iniciadas desde a 16ª Gestão do CFB, durante a realização dos Seminários Regionais de Bibliotecas Escolares e Públicas e de Ética Profissional. Eventos que aconteceram entre maio de 2014 e maio de 2015, nas cinco regiões do País, cujos resultados evidenciaram a necessidade da reformulação do Código de Ética.

Sua opinião é muito importante, por isso estamos contando com a participação de todos os Bibliotecários brasileiros, independentemente do cargo ou função que esteja exercendo, dentro ou fora da nossa área profissional, e até mesmo se você ainda for um acadêmico.

Desejavelmente, gostaríamos que o texto fosse analisado ponto a ponto. Sinta-se à vontade para contribuir da forma que desejar, complementando itens ou conteúdos que o texto proposto não contemplou, ou sugerindo a exclusão das partes que entender desnecessárias. Não se omita. Essa participação será mais uma oportunidade para você continuar contribuindo com o desenvolvimento da nossa profissão.

Por fim, esclarecemos que todas as contribuições recebidas serão sistematizadas, analisadas, aprovadas e incorporadas pela Comissão de Ética do CFB ao texto final da proposta do Novo Código de Ética e Deontologia do Bibliotecário brasileiro. Em seguida o texto será submetido ao Plenário do CFB para apreciação e aprovação (Clique aqui para acessar a Proposta do Novo Código de Ética e Deontologia do Bibliotecário e o Formulário de resposta à Consulta Pública). Estamos aguardando a sua contribuição.

Disponível em: <http://www.byteservicos.com/consulta_publica/>. Acesso em: 22 nov. 2017.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Veja como foi a 1ª Caminhada dos Bibliotecários – São Carlos (SP)

Mesmo com a previsão de chuva para o dia 19/11/17 e o tempo nublado, a 1ª Caminhada dos Bibliotecários – São Carlos (SP) aconteceu!

Segundo as estatísticas do Facebook, a caminhada teve 34 interessados e 11 confirmaram presença. Estiveram presentes 8 pessoas, o que é um bom começo para o primeiro evento!

Como as fotos foram registradas no final, alguns participantes já haviam se dispersado. Agradeço a presença de todos e até a próxima caminhada!


Crédito: André Del Bianco Giuffrida


Crédito: Marcos Teruo Ouchi

4 Comentários

Arquivado em Eventos

Um bom bibliotecário pode fazer muito pela sua saúde

Fonte da imagem: Istock

Os bibliotecários médicos e a pesquisa que realizam podem ser uma parte indispensável de qualquer equipe de saúde

***

Alguns dizem que o melhor amigo de um médico é farmacêutico. Como pacientes, sabemos que o farmacêutico trabalha com o médico para se certificar de que obtemos o melhor e mais seguro medicamento para nossa condição médica particular e sabemos que às vezes o farmacêutico precisa mudar o que o médico prescreveu para se adequar melhor ao conjunto do nosso perfil de medicação. É uma boa parceria. Mas os médicos têm outro amigo importante que a maioria dos pacientes não conhece.

Os bibliotecários médicos trabalham na maioria dos hospitais da região da Grande Filadélfia. Eles servem estudantes de medicina ao longo de seu treinamento, bem como médicos e enfermeiros, com sua pesquisa e prática diária.

Leia o texto original em inglês de Bob Kieserman para saber na prática como é o trabalho do bibliotecário na área médica!

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias