Arquivo da tag: biblioterapia

Conheça a biblioterapia e como a leitura pode combater a ansiedade

Muitos recorrem à leitura para desligar-se do mundo real e conhecer outros universos, mas o que a maioria dos “devoradores de livros” não sabe, é que a função da leitura vai muito além do deleite pessoal. Isso porque, hoje em dia, a prática literária já é utilizada no tratamento de problemas psicológicos. A origem dessa técnica, ainda pouco difundida no Brasil, é histórica. “Os egípcios, gregos e romanos já compreendiam a leitura como um remédio eficaz para o tratamento das dores da alma. Em 1272, os hospitais orientavam a seus pacientes a leitura do alcorão. E mesmo posteriormente, durante a Primeira Guerra Mundial, a biblioterapia ajudou a amenizar os traumas sofridos pelos soldados que participaram do confronto”, explica a biblioteconomista Isabel Cristina Venere, de 47 anos, que defendeu tese sobre o assunto.

A ampliação da percepção e da sensação de independência e a redução de medos e ansiedades são apenas alguns dos benefícios proporcionados pela biblioterapia. “A leitura age no equilíbrio emocional dos indivíduos, levando-os ao relaxamento extremo e estimulando a memória, sem falar que sua prática proporciona benefícios a todas as faixas etárias”, reitera a especialista.

A coordenadora de eventos, Regiane Rodrigues Rossini, de 46 anos, começou a ler frequentemente ainda jovem e logo descobriu o potencial terapêutico da leitura.
“Em agosto de 2012 sofri um derrame pulmonar e fiquei sem poder andar muito por algum tempo. Nesse período, como não podia fazer exercícios físicos, comecei a participar de um clube de leitura. Além de fazer novas amizades, o clube ampliou meus horizontes literários e, aos poucos, fui voltando às minhas atividades normais”, afirma, ressaltando o quão prazerosa pode ser a prática.

Efeitos
Os efeitos da biblioterapia se devem à imersão proporcionada pela literatura. “O ser humano acaba tendo um envolvimento emocional com o texto, aplicando o que lê a sua própria vida, é uma espécie de catarse literária”, acrescenta a biblioteconomista. Mas o simples ato de ler não corresponde à pratica da biblioterapia. “É algo bem mais complexo, uma vez que o material utilizado sempre é escolhido por uma equipe de profissionais, que estudam a situação de cada paciente”, frisa Isabel.

Ainda que sua eficácia seja comprovada, a biblioterapia não substitui nenhum tratamento médico. De acordo com o psicólogo Jefferson Willian Bucci, a biblioterapia é uma prática auxiliar. “Não se trata de uma prática psicológica, mas sim de uma terapia complementar, que pode auxiliar na solução dos problema da mesma forma que a prática de esportes, ou a acupuntura, por exemplo, portanto, não dispensa outros tratamentos de forma alguma”, esclarece.

A coordenadora de eventos Regiane Rossini conta que superou problemas pessoais com a prática da leitura (Foto: Rui Carlos)

A coordenadora de eventos Regiane Rossini conta que superou problemas pessoais com a prática da leitura (Foto: Rui Carlos)

Fonte: Portal Jornal Jundiaí

Disponível em: <http://www.crb8.org.br/conheca-a-biblioterapia-e-como-a-leitura-pode-combater-a-ansiedade/>. Acesso em: 18 jun. 2018.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Notícias

3 passos simples para trabalhar com biblioterapia

A biblioterapia é, basicamente, um tratamento terapêutico por meio de livros. Pode ser oferecida em hospitais, asilos, penitenciárias e outros ambientes, além de atender diferentes públicos, tais como pessoas com deficiência física, doentes crônicos e dependentes, segundo informações do Nexo Jornal.

Se você quer saber como pode se especializar em biblioterapia, veja 3 dicas para atuar nessa área! Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Curso

O poder medicinal da literatura: a prescrição de livros começa a ser introduzida

As pessoas que consultam o GP local sobre questões de saúde mental podem achar uma receita escrita surpreendente, resgatadas na biblioteca local, em vez de uma farmácia.

O texto completo dessa curiosa notícia sobre biblioterapia, cujo primeiro parágrafo foi traduzido , pode ser acessada na  íntegra em The medicinal power of literature: Books on prescription to be introduced.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Biblioterapia em hospitais do SUS

A Câmara dos Deputados analisa proposta que estabelece o uso da biblioterapia, ou seja, a terapia por meio da leitura, nos hospitais públicos e naqueles contratados ou conveniados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A medida está prevista no Projeto de Lei 4186/12, do deputado Giovani Cherini (PDT-RS). Acompanhe a tramitação do Projeto dentro da Câmara: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=551578

Disponível em: <http://www.deolhonaci.com/news/biblioterapia-em-hospitais-do-sus/?utm_source=copy&utm_medium=paste&utm_campaign=copypaste&utm_content=http%3A%2F%2Fwww.deolhonaci.com%2Fnews%2Fbiblioterapia-em-hospitais-do-sus%2F>. Acesso em: 29 jan. 2013.

1 comentário

Arquivado em Notícias

Anjos do livro

por Leandro Sarmatz

Confesso: houve um tempo turbulento em que a leitura dos contos de Tchekov fazia parte das noites insones. Abria-se uma janela, e aquilo que parecia horrível acabava ficando apenas ruinzinho na manhã seguinte. Foi por acreditar nesse princípio ler é um remédio que as britânicas Susan Elderkin e Ella Berthoud, ambas especialistas em letras, criaram o serviço de “biblioterapia” na School of Life, instituição londrina inaugurada em setembro que traz palestras e aulas com bambas como o filósofo Alain de Botton. É uma tendência mundial, haja vista experiências brasileiras como a Casa do Saber (no Rio e em São Paulo) e o Studio Clio (em Porto Alegre). Mas a terapia com livros parece ser mesmo a maior novidade. Como funciona? Por cinco meses, as duas vão procurar levantar (ao vivo, com hora marcada, pelo telefone ou via e-mail) os hábitos de seus “pacientes”. Traçado um diagnóstico, indicam uma lista de obras que possam trazer sabedoria e diversão. “Nós ajudamos aqueles que querem encontrar uma nova perspectiva com a literatura, ou que perderam o hábito de abrir livros, procurando restaurar os prazeres da leitura”, diz Susan, que admite contar com um receituário eclético e de alto nível. “Podemos recomendar clássicos como Ovídio ou leituras menos densas como Raymond Chandler. Também indicamos norte-americanos como Salinger, além de traduções de Saramago e outros autores.”

A busca pelo conhecimento está cada vez mais pop e não se restringe apenas ao saber institucionalizado das universidades. Uma série de iniciativas em algumas capitais brasileiras mostra o apetite crescente por estudos de arte, cinema e humanidades. Veja alguns desses lugares em que é possível freqüentar de acordo com sua disponibilidade de tempo.

Casa do Saber
Presente em São Paulo e no Rio de Janeiro, organiza cursos e palestras das mais diversas áreas do conhecimento.
www.casadosaber.com.br

Studio Clio
Cursos e palestras sobre artes e literatura em Porto Alegre.
www.studioclio.com.br

Escola São Paulo
Cursos regulares e workshops de cinema, moda, artes etc em São Paulo.
www.escolasaopaulo.org

Disponível em: <http://vidasimples.abril.com.br/edicoes/071/mente_aberta/conteudo_305417.shtml>. Acesso em: 24 jul. 2010.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias