Arquivo da tag: concurso público

Concursos públicos em Biblioteconomia em 2019: ainda dá tempo!

Concursos públicos com vaga para bibliotecário ainda estão com inscrições abertas até o final do ano!

Confira as oportunidades!

 

Prefeitura de Barra Velha – SC

Prefeitura de Viana – MA

Prefeitura de Guabiruba – SC

Prefeitura de Itajaí – SC

Prefeitura de Formiga – MG (4 vagas de bibliotecário e 1 de auxiliar de biblioteca!)

Prefeitura de Pau d’Arco do Piauí – PI

Prefeitura de Várzea Paulista – SP

Prefeitura de Três Corações – MG

Prefeitura de Tiradentes – MG

 

Prepare-se para esses concursos com o Perguntão: Módulo Representação Temática. Esse e-book contém 80 questões de concursos sobre Representação Temática para te ajudar nos seus estudos.

O e-book está com preço promocional de Black Friday até o fim deste mês: 30/11!

Perguntao Representacao Tematica

Aproveite a oportunidade e bons estudos!

Deixe um comentário

Arquivado em Concurso, Notícias

5 dicas para passar em concursos de Biblioteconomia

Estudar para concursos de Biblioteconomia (assim como para concursos de qualquer área) é uma tarefa árdua.

São muitas informações disponíveis, muito tempo que deve ser dispensado e muitos lazeres que devem ser sacrificados.

O resultado final, claro, é valioso!

Que tal facilitar sua vida de concurseiro com as dicas abaixo? Aproveite!

***

1. Programe seu dia

Você sabe qual é seu melhor horário para estudar? Aquele em que você está mais disposto? Pode ser de manhã, logo ao acordar. Pode ser durante a tarde. Ou mesmo a noite e até de madrugada (algumas pessoas são “noturnas”, e está tudo bem para elas estudar no silêncio da  noite). Programe seu dia para estudar no seu melhor!

 

2. Crie seu material de estudo

Organizar o conteúdo da melhor forma para você é essencial para dominar o assunto e ganhar confiança para a prova! Esquemas, desenhos, post-its e até mapas mentais são recursos utilizados pelos concurseiros para ajudar a organizar e memorizar as informações.

 

3. Não espere o edital ser publicado

O preparo para concursos públicos deve ser feito com antecedência. Se o edital ainda não foi publicado, procure o edital do concurso anterior e veja o que foi cobrado na última prova. Evite esse erro e procure também a prova para resolvê-la e testar seus conhecimentos!

 

4. Travou na legislação? Assista vídeos do YouTube

Videoaulas estão muito em alta, não é mesmo? Quando o assunto é legislação (e é um tema que costuma ser cobrado em muitos concursos de Biblioteconomia), esteja preparado! Não é fácil estudar legislação, mas uma boa dica é procurar por vídeos no YouTube preparados por cursinhos para concursos ou mesmo especialistas na legislação apresentada no edital para facilitar o entendimento desse conteúdo.

 

5. Invista em um material que resolva sua dificuldade

Hoje há várias opções de apostilas, materiais, e-books e até cursos online para se preparar para concursos de Biblioteconomia. Em geral, essas opções apresentam o conteúdo de todas as áreas da Biblioteconomia de uma única vez. Mas nem todo mundo precisa estudar ou rever todos os assuntos. Nesse caso, vale a pena em investir um conteúdo especializado, como o Perguntão: Módulo Representação Temática.

Sua dificuldade é Classificação Decimal de Dewey (CDD)? Classificação Decimal Universal (CDU)? Indexação? Tesauro? Vocabulário controlado? Então conheça essa apostila especializada e inédita para concursos de Biblioteconomia que irá te ajudar a se tornar um craque no assunto!

 

Tem mais alguma dica de estudo? Conte para a gente!

 

Deixe um comentário

Arquivado em Concurso, Notícias

Profissões pouco populares que ganham espaço nos concursos públicos

Amanda Moura (amanda.moura@oglobo.com.br)

Rio – A escolha da carreira a seguir normalmente é cercada por indecisão e muita expectativa dos mais próximos. As alternativas clássicas, como medicina e direito, são sempre bem-vindas. Mas o anúncio da escolha de cursos menos populares, como arquivologia e biblioteconomia pode causar estranheza. A pergunta que, provavelmente, surgirá é: há mercado para essas carreiras? Sim, há! Apesar de pouco conhecidas, são opções interessantes aos que buscam uma vaga no mercado público.

Só este ano, Banco do Brasil, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) ofereceram oportunidades para bibliotecários e arquivistas. Dentre os candidatos à vaga na Finep, Isabela Siebra foi uma das bem-sucedidas no concurso. A bibliotecária está aguardando agora ser chamada para a vaga.

– Estou muito animada e ansiosa para ser chamada para a Finep. Inclusive, já passei também para a Uerj e pro Ministério Público, mas ambos são para cadastro de reserva. Sempre atuei na minha área, nunca tive problemas com isso – afirma Isabela, 41 anos, formada desde 1991, e atualmente trabalhando na biblioteca da Faculdade da Academia Brasileira de Educação e Cultura (Fabec).

Alex Mendes, professor da Academia do Concurso, analisa o cenário dessas carreiras:

– Em muitos concursos, o número de candidatos com a qualificação exigida ou que se interessem pela função gera baixa procura relativa, considerando a média de demanda por outros concursos. Essas vagas são pouco divulgadas e, consequentemente, desejadas, gerando, assim, uma relação candidato vaga mais atraente.

O arquivista Renato Valentini também não tem do que reclamar sobre sua área. Há um ano e meio atuando nos arquivos da Fiocruz, o profissional lamenta apenas a pouca importância dada a profissão.

– A procura por essas carreiras ainda é baixa, considerando a importância delas. Porém, venho notando nos últimos anos alguma melhora nesse sentido. As pessoas estão começando a valorizar aqueles que organizam e facilitam o acesso a documentos importantes para a história da sociedade.

Marcelo Marques, diretor do Concurso Virtual, destaca ainda outras carreiras que também apresentam muitas vezes interessante relação candidato-vaga:

– Vejo isso ocorrendo também, por exemplo, com cargos como políticas públicas e gestores públicos, em função da modernização pela qual a administração pública vem passando – opina Marques.

Mendes lista, ainda, mais carreiras nas quais a busca é abaixo do esperado:

– Concursos para museologia, serviço social e relações públicas são alguns casos. São carreiras atraentes de nível superior, com boa remuneração, benefícios e, o mais importante, estabilidade. Mas acredito que a tendência é que ocorra, nos próximos anos, com a profissionalização do serviço público e os ajustamento de conduta, provocando a demissão dos terceirizados, uma busca ainda mais efetiva por carreiras, até então, desprezadas.

Marques finaliza com um incentivo:

– As pessoas ainda não têm tanto conhecimento das oportunidades em algumas carreiras específicas que os concursos oferecem. Inclusive, muitas pessoas que têm diploma de nível superior acabam fazendo concurso para nível médio acreditando ser mais fácil de passar. E, na verdade, isso é um mito. Atualmente, a concorrência dos concursos de nível médio está muito grande, o que, consequentemente, faz com que o concurso seja mais disputado, dificultando o ingresso. Portanto, acredite nessas oportunidades específicas.

Disponível em: http://oglobo.globo.com/economia/boachance/mat/2011/10/25/profissoes-pouco-populares-que-ganham-espaco-nos-concursos-publicos-925652449.asp. Acesso em: 27/10/2011.

2 Comentários

Arquivado em Notícias