Arquivo da tag: gestão

Por que você deve manter seus dados?

Políticas formais de armazenamento de informação finalmente começam a emergir das agências de subvenções federais

Roy Niswanger / Creative Commons

JUNE 23, 2015

Agências de fomento federais têm deixado claro que as propostas de subvenção devem incluir planos de compartilhamento de dados de pesquisa com outros cientistas. O que não está claro é como e onde os pesquisadores devem armazenar seus dados, que podem variar de informações médicas pessoais a enormes achados de imagens de satélite.

Como cada vez mais se fala em gestão de dados, fica a sugestão de leitura do texto Where Should You Keep Your Data?

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Prazo para inscrições no Prêmio Emerald/Capes 2015 encerra no dia 30 de agosto

Qua, 26 de Agosto de 2015

Prêmio Emerald Capes 2015 (Imagem: Emerald e Capes)Os interessados em participar da edição 2015 do Prêmio Emerald/Capes têm até o dia 30 de agosto para efetivar a inscrição. As categorias a serem avaliadas são Ciência da Informação (inscrições aqui) e Administração & Gestão (inscrições aqui). A iniciativa – parceria da Emerald Group Publishing Limited e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – objetiva estimular o acesso ao Portal de Periódicos e incentivar a realização de projetos de pesquisa nas áreas indicadas.

A premiação para cada categoria será feita em dinheiro e o valor equivale a U$ 3.000 (três mil dólares). As propostas podem ser submetidas por pesquisadores ou grupos de pesquisa vinculados a uma ou mais instituições participantes do Portal de Periódicos, sendo que o autor principal deve ser brasileiro.

Mais informações, como documentação exigida, critérios de avaliação e especificações do trabalho, devem ser consultadas no edital do Prêmio, disponível aqui. A divulgação dos resultados ocorrerá no dia 20 de outubro. Acesse outros detalhes sobre o Prêmio Emerald/Capes 2015.

Alice Oliveira dos Santos

Disponível em: <http://www-periodicos-capes-gov-br.ez67.periodicos.capes.gov.br/?option=com_pnews&component=NewsShow&view=pnewsnewsshow&cid=318&mn=71>. Acesso em: 27 ago. 2015.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Desafio 2013: organização digital

Quão organizado é seu computador? Novo aplicativo promete facilitar a leitura e o gerenciamento de artigos científicos.

Desafio 2013: organização digitalUm novo aplicativo promete ajudar pesquisadores a organizar a leitura de artigos científicos em PDF. (foto: Mack Male/ Flickr – CC BY-SA 2.0)

Infinitos arquivos, múltiplas pastas, tranqueiras mil. Sejamos francos: a vida digital pode facilmente se tornar um irresoluto caos. Onde estará aquele PDF que, no semestre passado, você salvou para ler ‘depois’? Pois é. Enquanto o tal do ‘depois’ nunca chega, exercitamos sem o menor pudor nossos atos de procrastinação digital inconfessa.

O fato é que, mesmo sufocados pela avalanche informacional que nos cerca, somos constantemente engolidos pelos sedutores mares da web. E o resultado não poderia ser outro: dezenas ou mesmo centenas de arquivos espalhados pelo disco rígido.

Esse é um drama comum para os usuários da rede. E os cientistas não estão isentos desse tumulto organizacional. Pensando nisso, um time de desenvolvedores bolou um aplicativo, específico para acadêmicos, que promete botar ordem na casa. Trata-se doReadCube.

Veja um vídeo (em inglês) que explica como funciona o aplicativo

A ideia é tão simples quanto interessante: o programa rastreia seu disco rígido e traz à tona todos os PDFs que você guarda. Uma vez encontrados, eles são automaticamente dispostos em um sistema único de visualização – otimizando a leitura e proporcionando, em uma interface agradável, um panorama geral dos arquivos.

Útil. Mas, até aqui, nada de genial.

O grande lance – e agora, sim, temos um atributo de notável apelo – é que o ReadCube foi desenhado especificamente para a leitura de artigos científicos. Isso significa que ele reconhece automaticamente um paper – desde que ele esteja indexado nas bases de dados integradas ao aplicativo – e, em poucos segundos, é capaz de localizar o periódico ou o repositório a que cada documento pertence.

E mais: as referências bibliográficas de seu velho e bom PDF ganharão vida. O aplicativo as identifica e, como num passe de mágica, as transforma emhyperlinks. Assim, o leitor poderá, sem enveredar pelas distrações típicas do mundo virtual, surfar pelos diferentes artigos científicos que embasam a referida publicação.

Exatamente por isso os desenvolvedores definem o ReadCube como um “reference manager”, isto é, um “gerenciador de referências”.

Mas suas funções vão além: caixas de comentário e simulação de caneta marca-texto podem ser ferramentas úteis para conduzir a leitura da maneira mais proveitosa possível.

Reveses e virtudes

É claro que, nas agruras desse mundo cão, nada é de graça. Sim, o ReadCube é gratuito; mas os artigos científicos, nem sempre.

Labtiva, laboratório responsável pelo desenvolvimento do software, fechou uma parceria com o Nature Publishing Group. E o namoro resultou na integração dos sistemas: enquanto o usuário pode comprar os artigos dos periódicos do grupo Naturepela interface do próprio programa, o internauta que navega na página de um desses periódicos tem a opção de adquirir o material via ReadCube.

ReadCube
O ReadCube permite acesso a milhões de artigos científicos, inclusive em português, em uma interface livre de distrações. Para otimizar a leitura, o aplicativo oferece ferramentas de comentários e marcações textuais. (imagem: reprodução)

Nos tempos de outrora, a opção clássica seria simplesmente comprar o PDF do artigo (pela intimidadora quantia de 32 dólares). Mas, com o programa, há duas alternativas ligeiramente mais econômicas: pode-se baixar o arquivo para leitura on-line (por módicos 4,99 dólares); ou ‘alugar’ o artigo, o que permite acesso de 48 horas ao material (pela barganha de 2,99 dólares). Esta última opção soa um tanto vanguardista; o tempo dirá se a moda pega ou não.

Além de permitir a compra dos artigos do grupo Nature, o programa está integrado a bases de dados como PubMed, Google Scholar e Microsoft Academic Search – o que significa acesso a milhões de referências bibliográficas, muitas das quais gratuitas. Entretanto, o usuário logo perceberá que há certa limitação no processamento dos artigos que não fazem parte dos periódicos da chancela Nature. É esse, pois, o ponto fraco do aplicativo: ele se dá o luxo de privilegiar uma única casa editorial.

O programa está integrado a bases de dados como PubMed, Google Scholar e Microsoft Academic Search

E não seria bacana se o programa agregasse um número mais expressivo de periódicos? “É exatamente o que estamos buscando”, diz à CH On-line um dos desenvolvedores do ReadCube. “Devo dizer, entretanto, que com apenas duas ou três empresas podemos cobrir a grande maioria da literatura científica”, comenta o representante, referenciando o oligopólio que domina o setor. “Nature Publishing Group, Elsevier e Wiley-Blackwell são as três gigantes do ramo; são as chamadas Big 3.”

Entropia em xeque

Nos últimos tempos, diversos aplicativos nos vêm sendo ofertados com a promessa de facilitar a organização digital acadêmica. Vale dar uma olhada no Mendeley. É também um gerenciador de referências, e suas funcionalidades fazem dele uma espécie de rede social para cientistas. (Por falar em rede, lembremo-nos do ResearchGate, a maior rede social acadêmica da internet. São, atualmente, 2,3 milhões de cabeças pensantes conectadas).

E, se o assunto é organização, é claro que não poderíamos deixar de mencionar o famoso Pocket, um simpático e eficiente aplicativo que enfileira nossas leituras procrastinadas. Seja você acadêmico ou não, é quase certo que há pelo menos um texto que você engavetou para ler nalgum momento vindouro. Nesse caso, algum desses aplicativos há de ser útil. O ano novo está aí; nunca é tarde para se organizar.


Henrique Kugler

Ciência Hoje/ RJ

Disponível em: <http://cienciahoje.uol.com.br/blogues/bussola/2013/01/desafio-2013-organizacao-digital>. Acesso em: 2 jan. 2013.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Curso – Gestão de Documentos Eletrônicos Arquivísticos

Objetivo
     Orientar usuários, em nível operacional e gerencial, quanto ao tratamento da informação eletrônica, seja ela pública ou privada, e os vários aspectos relacionados à Gestão de Documentos Eletrônicos Arquivísticos.

Público-alvo
     Gerentes, coordenadores, supervisores e demais agentes envolvidos com a gestão eletrônica de documentos.

Necessidade x Justificativa
     Na sociedade contemporânea cada vez mais se modificam as estruturas formais de comunicação, sendo cada vez mais atividades realizadas por meios tecnológicos. Tal fato resultou no crescimento exponencial de documentos existentes apenas em meio eletrônico, principalmente, nos computadores, cuja gestão é imperativa à consecução dos objetivos da instituição.
     O não conhecimento sobre como gerenciar esses recursos informacionais implica diretamente na incapacidade da instituição de decidir em tempo hábil e, ainda mais, decidir corretamente. Também implica na perda de ações pela impossibilidade de recuperar um documento no prazo exigido pela legislação.
     É preciso agir agora e se preparar para os novos tempos, ou reagir apagando incêndios decorrentes da perda de informações e documentos.

Facilitador
     Vanderlei Batista
     Professor e consultor, em nível nacional, de empresas públicas e privadas na área de Gestão de Documentos Eletrônicos; Mestre em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB); Bacharel em Arquivologia pela Universidade de Brasília – UnB; Membro da Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos do Conselho Nacional de Arquivos; Professor de cursos de pós-graduação e consultor em projetos de gestão da informação; Autor do livro “Gestão de documentos eletrônicos: uma visão arquivística”, 2ª edição, publicado pela Associação Brasiliense de Arquivologia.

Conteúdo programático
I – A gestão de documentos eletrônicos na administração pública
     • Aspectos relacionados à gestão de documentos em geral;
     • Características mais comuns;
     • Propostas de abordagem ao desaf io dos documentos eletrônicos.

II – Definições e tipos de documentos eletrônicos: produção e trâmite
     • Definições: documento eletrônico, documento digital, documento informático;
     • Tipos: textuais, imagéticos, audiovisuais, base de dados;
     • Diferenças entre documentos tradicionais e documentos eletrônicos;
     • Gestão: criação, uso e trâmite, armazenamento e acesso.

III – A gestão eletrônica de documentos
     • Diagnóstico institucional;
     • Abordagem geral quanto à ferramentas tecnológicas: GED, digitalização, workflow, certificação digital.
     • Algumas experiências institucionais

IV – A legislação brasileira relacionada a documentos eletrônicos
     • Projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional;
     • Legislação em vigor (com ênfase no nível federal);
     • Resoluções e estudos do Conselho Nacional de Arquivos – Conarq.

V – A conservação e a preservação d e documentos eletrônicos
     • Obsolescência tecnológica e degradação física;
     • Políticas de preservação.

Metodologia
     Aulas expositivas;
     Exercícios em sala de aula;
     Orientação de leitura suplementar.

Material didático
     Apostila.
     Livro do Professor: Gestão de documentos eletrônicos: uma visão arquivística. 2002. 140p.

Local
     702/703 Norte, Bl G, entrada 49, sobrelojas 101/102 – ABDF – Brasília (DF)

Formas de Investimento
(Só efetue o pagamento após receber e-mail confirmando a realização do curso no período indicado)

     1° período de pré-inscrições: até o dia 06/11/2011 = R$ 950,00
     2° período de pré-inscrições: entre os dias 07/11 e 20/11/2011 = R$ 1.100,00
     3° período de pré-inscrições: entre os dias 21/11 e 11/12/2011 = R$ 1.250,00

     Pré-inscrições realizadas por alunos de graduação = R$ 500,00

Descontos especiais
     Traga 02 amigos e ganhem 5%*
     Traga 03 amigos e ganhem 10%*
     Traga 04 amigos e ganhem 15%*

     *Os descontos especiais são calculados sobre o valor do período em que realizou sua pré-inscrição (1°, 2° ou 3° período). Os descontos especiais não são válidos para pagamentos realizados por alunos de graduação e pessoas jurídicas.

Formas de Pagamento
     Depósito em Conta Corrente
     Transferência Bancária
     Nota de Empenho
     Parcelado em até 18x no PAGSEGURO (somente para pessoas físicas)

Obs.: todas as formas de pagamento serão realizadas após a confirmação de realização da turma dentro do período indicado. A forma de PAGSEGURO será realizada mediante o recebimento de e-mail de instrução para cadastro e pagamento.

Data e carga horária do curso
     12 a 16/12/2011 (das 14h às 18h)
     20 horas aula

Informações e Inscrições
     (61) 3039.6968
     (61) 8125.4231 (Jorge)
     (61) 8509.4348/ (51) 8141.7979 (William)
     treinamento@eclatcomunicacao.com.br

Todos os participantes receberão Certificado de participação.

.: Fazer minha pré-inscrição

Disponível em: <http://www.eclatcomunicacao.com.br/curso_gdea.htm>. Acesso em: 27 nov. 2011.

Deixe um comentário

Arquivado em Curso

Gestão do patrimônio móvel e integrado: higienização, manuseio, acondicionamento e exposição

CURSO DE CAPACITAÇÃO

Gestão do patrimônio móvel e integrado: higienização, manuseio, acondicionamento e exposição
Responsável – Rosaelena Scarpeline
Duração: 2 dias
Local: UFSCar – São Carlos
Data: 10 e 11 de outubro de 2011.
Horário – 9-12 e 14-17hs

Ementa: A conservação de bens culturais é um conceito bastante amplo, mas sua principal função é prolongar o máximo à existência do objeto, a partir de intervenções consciente, ambiente controlado e guarda adequada, manter a integridade do objeto é uma questão básica. Nesta oficina estaremos dando noções básicas para a identificação de acervos museológicos, visando a formação e identificação de coleções, critérios para a conservação e acondicionamento e regras básicas para tombamento dos objetos.

Publico alvo: Profissionais de nível médio e superior envolvidos com acervos de arquivos, museus, bibliotecas de empresas públicas, privadas e particulares. Profissionais voltados ao trabalho de reconstituição da memória sócio-histórico-cultural e professores da rede escolar e áreas afins

Número de participantes – 25 –pessoas

Materiais necessários – Sala de aula, data show e reprodução de material de apoio didático (se optarmos para dar aulas praticas teremos que ter todos os materiais destinados a higienização de objetos: luvas, máscaras, trincha, perfex, algodão, TNT, cotonetes, etc)

Rosaelena Scarpeline – Mestre em História IFCH-UNICAMP. Diretora da Biblioteca do Centro de Memória UNICAMP, Especialização na Biblioteca Nacional: Organizações de Coleções Especiais: obras raras, cartografia e manuscritos e Coleções Especiais: livros e periódicos raros; Cursos na área de Museografia e museologia, Gestão do Conhecimento e Thesaurus nível de extensão universitária.

FICHA DE INSCRIÇÃO – CURSO DE CAPACITAÇÃO

Gestão do patrimônio móvel e integrado: higienização, manuseio, acondicionamento e exposição

Responsável – Rosaelena Scarpeline

Duração: 2 dias

Local: UFSCar – São Carlos

Data: 10 e 11 de outubro de 2011.

Horário – 9-12 e 14-17hs

Nº de vagas – 25 vagas

Custo: GRATUÍTO

 

Nome completo:  

 

Instituição:

 

Área de formação/interesse:

 

Documento Identidade:
Endereço

 

Município:

 

CEP:

 

Tel. (    )

 

E-mail

 

     

Encaminhar para o e-mail – fazendas@unicamp.br

ATENÇÃO

  • Prazo final para inscrição – 03 de outubro de 2011
  • Não serão aceitas inscrições no momento do curso;
  • A inscrição será confirmada por e-mail;
  • Será emitido certificado de participação;
  • As inscrições se darão por ordem de chegada;
  • Cada participante deverá trazer um objeto para ser higienizado

Deixe um comentário

Arquivado em Curso

Especialização em Gestão de Bibliotecas Escolares inicia 24 de setembro

Do blog Caçadores de Bibliotecas (http://cazadoresdebiblioteca.blogspot.com)

************

A Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM) definiu para o dia 24 de setembro de 2011, o início das aulas do curso de Especialização em Gestão de Bibliotecas Escolares que está dividido em 14 módulos. Serão oferecidas 30 vagas voltadas para atender aos bibliotecários que tem interesse em desenvolver atividades qualificadas nessa área de atuação.

A aula inaugural terá a participação do Professor da Universidade Federal do Amazonas, Mirleno Lívio, que trabalhará a disciplina “Escola e Biblioteca na Sociedade do Conhecimento” onde promoverá uma revisão de conteúdos com proposta de discussão do papel da escola e do bibliotecário na formação do estudante.

Entre outros professores que farão parte desse quadro estão às professoras Amanda Bessa (que defendeu ontem (29/08) sua dissertação de mestrado na área de bibliotecas escolares) e Maria Lenir Oran, Mestra em Educação.

Outros professores das áreas de Biblioteconomia, Administração, Pedagogia e Letras também farão parte dessa equipe, assim como eu que trabalharei a disciplina “Leitura, Mediação e Responsabilidade Social”, na qual pretendo além de estimular a leitura (que é uma das coisas que mais gosto de fazer), levar o aluno a pensar mecanismo que possam interferir no ambiente em que estejam inseridos.

Com a aprovação da Lei n. 12.244 de 24 de maio de 2010, todas as instituições de ensino do país, sejam públicas ou privadas, serão obrigadas a manter uma biblioteca escolar e respeitar a atividade profissional dos bibliotecários e foi pensando na inexistência de qualificação nesta área que a direção da ESBAM decidiu formar a primeira turma de especialistas em Gestão de Bibliotecas Escolares.

Informações: 3236-0621 ou 9129-6242
http://www.esbam.edu.br/pos-gestaobiblioteca.php

Disponível em: <http://cazadoresdebiblioteca.blogspot.com/2011/08/especializacao-em-gestao-de-bibliotecas.html>. Acesso em: 5 set. 2011.

Deixe um comentário

Arquivado em Não classificado

Perspectivas em Gestão & Conhecimento – Chamada de trabalho

Llamada por artículos

Escribimos para invitarlo a enviar vuestra contribución para nuestra revista brasileña http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc”>PERSPECTIVAS EM GESTÃO & CONHECIMENTO.

 

PERSPECTIVAS EM GESTÃO & CONHECIMENTO es una nueva publicación electrónica, de acceso libre en la Internet. Su misión es publicar artículos originales en gestión de la información, gestión del conocimiento y áreas correlacionadas. Los artículos pueden ser presentados en español, portugués o inglés. Deben estar revisados según las orientaciones de ABNT (Brasil) para citaciones y bibliografía o otro sistema de normalización internacional.

 

PERSPECTIVAS EM GESTÃO & CONHECIMENTO es editada por uno Comité nacional y tiene con la colaboración de consultores internacionales en su Consejo Consultivo permanente. Es publicada por la Universidade Federal da Paraíba en cooperación com el Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.

 

Los artículos pueden ser enviados en cualquier data. La revista es editada en junio y en diciembre. Las contribuciones pueden estar en las categorías: relato de investigación, relato de experiencia profesional, revisión crítica de literatura especializada, comunicaciones,  presentación de libros, entrevistas y traducciones. 

 

El lanzamiento del primer número de la revista será en junio de 2011.

 

Mayor información en http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias