Arquivo da tag: google

Google lança seu sistema de busca de sites para crianças: é o Kiddle

Google lança seu sistema de busca de sites para crianças: é o Kiddle

Se algum dia você deu uma olhada no histórico do navegador usado por seu filho e descobriu links para páginas que você não gostaria que ele visitasse, nós temos uma boa notícia. O Google lançou recentemente um novo sistema de busca chamado Kiddle, que exclui a possibilidade de seu filho acessar algum conteúdo para adultos durante aqueles momentos em que você está ocupado e não pode vigiar a navegação do seu pequeno.

O Kiddle tem as mesmas opções do Google, mas adaptadas para crianças. Por exemplo, no lugar do fundo branco, exibe uma imagem espacial com um robô.

As três primeiras páginas exibidas pelo buscador são voltadas para crianças. As outras são mais direcionadas a adultos, mas são filtradas.

Nós, do Incrível.club, decidimos testar a ferramenta lançando algumas palavras de baixo calão que as crianças poderiam procurar. O Kiddle se comportou como um verdadeiro cão de guarda.

Aparece um robô irritado, que diz não ter gostado dos palavrões. Parece que o Kiddle pode se tornar uma boa alternativa ao sistema convencional.

Suponhamos que seus filhos querem saber algo sobre Justin Bieber, mas você não quer que eles descubram alguns dados da biografia do cantor. Por exemplo, que ele já foi pego dirigindo sob o efeito de substâncias ilícitas ou que já publicou fotos de seu bumbum no Instagram. O Kiddle mostra só imagens e textos ’comportados’.

Nessa época digital, as crianças se familiarizam com computadores muito mais rapidamente que os adultos. Elas sempre vão precisar da internet para estudar e estar em contato com os outros. Mas é melhor não dar bobeira.

Parece que o Kiddle pode proporcionar às crianças todo o necessário, enquanto os pais podem ter a certeza de que os pequenos não estão vendo o que não devem. É claro que você não pode proteger seu filho de todos os perigos do mundo, mas não custa nada tentar.

E não se esqueça: por mais que a tecnologia ’do bem’ avance, os bons e velhos olhos dos pais sempre serão a ferramenta mais importante na criação dos pequenos.

Fonte: scarymommy

Tradução e adaptação: Incrível.club

Disponível em: <http://incrivel.club/inspiracao-dicas/google-lanca-seu-sistema-de-busca-de-sites-para-criancas-e-o-kiddle-49305/>. Acesso em: 7 mar. 2016.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Jovens da ”geração Y” não sabem usar o Google da maneira correta

Jovens da ”geração Y” não sabem usar o Google da maneira correta
A geração que nasceu com o Google, os “millennials” ou geração Y, não sabe usá-lo corretamente. Pode parecer contraditório ou até uma brincadeira, mas essa é a conclusão de uma pesquisa feita por estudantes da Illinois Wesleyan, segundo a Time.
Líder do projeto, Andrew Asher comentou que a pesquisa destruiu o mito dos “nativos digitais”. “Só porque cresceram pesquisando coisas no Google não significa que saibam como usá-lo como uma boa ferramenta de pesquisa”, disse.
Isso aconteceria porque, como cresceram com a tecnologia personalizada, para eles até as tarefas mais complicadas são mais fáceis de serem concluídas – enquanto utilizar programas como o Outlook e Excel, maiores invenções no mundo corporativo, parece primitivo e complicado.
O mesmo acontece com o Google: apenas 23% dos entrevistados foram capazes de realizar uma pesquisa do Google “bem feita”. “A maioria dos estudantes, em todos os níveis, mostrou significantes dificuldades em todos os aspectos da busca”, afirmaram pesquisadores.
Os estudantes não entendem como funciona a lógica de como os mecanismos de busca a constroem e como mostram os resultados – e, consequentemente, não sabem como construir uma busca com os melhores resultados.
A princípio, o projeto pretendia estudar a relação que essa geração possui com as bibliotecas da universidades – e, por incrível que pareça, os resultados mostraram que muitos estudantes não conseguiram encontra-las no campus e nem sabiam o que perguntar aos bibliotecários.
Fonte: Infomoney.

Deixe um comentário

Arquivado em Não classificado

Jovens da ''geração Y'' não sabem usar o Google da maneira correta

Jovens da ”geração Y” não sabem usar o Google da maneira correta
A geração que nasceu com o Google, os “millennials” ou geração Y, não sabe usá-lo corretamente. Pode parecer contraditório ou até uma brincadeira, mas essa é a conclusão de uma pesquisa feita por estudantes da Illinois Wesleyan, segundo a Time.
Líder do projeto, Andrew Asher comentou que a pesquisa destruiu o mito dos “nativos digitais”. “Só porque cresceram pesquisando coisas no Google não significa que saibam como usá-lo como uma boa ferramenta de pesquisa”, disse.
Isso aconteceria porque, como cresceram com a tecnologia personalizada, para eles até as tarefas mais complicadas são mais fáceis de serem concluídas – enquanto utilizar programas como o Outlook e Excel, maiores invenções no mundo corporativo, parece primitivo e complicado.
O mesmo acontece com o Google: apenas 23% dos entrevistados foram capazes de realizar uma pesquisa do Google “bem feita”. “A maioria dos estudantes, em todos os níveis, mostrou significantes dificuldades em todos os aspectos da busca”, afirmaram pesquisadores.
Os estudantes não entendem como funciona a lógica de como os mecanismos de busca a constroem e como mostram os resultados – e, consequentemente, não sabem como construir uma busca com os melhores resultados.
A princípio, o projeto pretendia estudar a relação que essa geração possui com as bibliotecas da universidades – e, por incrível que pareça, os resultados mostraram que muitos estudantes não conseguiram encontra-las no campus e nem sabiam o que perguntar aos bibliotecários.
Fonte: Infomoney.

Deixe um comentário

Arquivado em Não classificado

E por que as bibliotecas não se tornaram o que agora é o Google?

E muitos vão dizer graças a Deus . E se o Google , por meio de seu navegador ,  está mostrando a informação segundo seus interesses publicitários ou os gostos de nossos contatos e interesses de nossos contatos e que não necessariamente é o que precisamos ou estamos buscando , se o Google está controlando toda a nossa informação e sabe o que faz com ela, se trabalhar com o Google não  é tão agradável porque a empresa requer 100% de disponibilidade laboral e pessoal, se o Google tem a intenção de digitalizar todos  os livros do mundo ignorando os direitos editoriais e autorais (caso que ganhou depois), se o Google pode lhe devolver 100 mil respostas, mas um bibliotecário lhe devolver a correta, se no princípio Google tinha em suas linhas bibliotecários e documentalistas e quando já não fizeram falta deu-lhes um pontapé… mas temos que considerar uma coisa… e que o Google não é tão ruim quanto se pinta, é mais, mais de uma biblioteca (para não dizer todas) gostaria de  parecer como ele… pelo menos no que diz respeito à sua cultura corporativa ou declaração de intenções com o mundo e da sociedade e não deve estar longe de ser o que deveria ser a cultura organizacional dentro das próprias bibliotecas.

O texto acima é um excerto de uma interessante reflexão extraída do site de Julián Marquina sob o título original ¿Y por qué las bibliotecas no se han convertido en lo que ahora es Google?.

2 Comentários

Arquivado em Notícias

The future of search: Marcus Tandler at TEDxMünchen

Atire a primeira pedra que não busca por informação diariamente. Seja no Google ou no buscador de sua preferência, Marcus Tandler apresenta neste vídeo o que poderá vir a se tornar essa atividade.

Vídeo recebido via lista de discussão NGC4LIB (Next generation catalogs for libraries). Para acompanhá-lo, ative as legendas.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Usuários do Google agora podem ler (e sincronizar) ebooks comprados em outras lojas

googleplay

Na série de anúncios de ontem, o Google atualizou seu app de leitura de ebooks para iOS e Android, incluindo suporte para livros em EPUB e PDF comprados fora da loja Google Play. E mais do que isso: permitindo sincronizar a leitura destes arquivos, através de seus vários aplicativos, não importando se foram comprados na loja do Google, ou não.

(dica enviada por Krysamon Cavalcante)

O novo recurso foi ativado como parte da estratégia do Google para valorizar seus serviços na nuvem, permitindo aos usuários fazer upload de seus ebooks através do website do Google Play (clicando em “Meus Livros” e depois em “Upload”). Os usuários serão capazes de armazenar até 1.000 arquivos gratuitamente.

Além disso, o aplicativo sincroniza a leitura e guarda a posição das páginas, favoritos e notas em todos os dispositivos do leitor (smartphones e tablets Android, iPhone, iPad, navegador Chrome). Com isto, o aplicativo de livros do Google agora tem uma vantagem sobre o Kindle, da Amazon, e os aplicativos iBooks da Apple. Enquanto Amazon e Apple sincronizam a leitura apenas para livros comprados em suas respectivas lojas, o aplicativo do Google sincronizará a leitura para todos os livros, comprados ou não em sua loja.

Em um rápido teste que fizemos aqui, subimos os ebooks na loja Google Play, mas eles não apareceram automaticamente no app Play Livros para iPad. Foi necessário sair e entrar novamente com a senha, para o app atualizar a lista de livros no iPad. Claramente o Google ainda tem trabalho a fazer, mas está no caminho certo.

Disponível em: <http://revolucaoebook.com.br/usuarios-google-agora-podem-ler-sincronizar-ebooks-comprados-outras-lojas/>. Acesso em: 16 maio 2013.

1 comentário

Arquivado em Notícias

Como parar de usar o Google – para busca, e-mail, vídeo, mapas e mais

Deseja mostrar ao Google que você não aprova suas táticas para evitar impostos? Desde seu humilde início como um projeto da Universidade de Stanford, a empresa tornou-se quase inevitável online – e em alguns casos off-line, uma vez que também é dona da deficitária fabricante de celulares Motorola Mobility.

Então, como evitar o Google?

Descubra a resposta no artigo “How to stop using Google – for search, email, video, maps and more”, cujos parágrafos acima foram traduzidos.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias