Arquivo da tag: Universidade de São Paulo

2ª Jornada – Estágio e Pesquisa na Biblioteca Brasiliana

Agência FAPESP – A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM) da Universidade de São Paulo (USP) organiza sua 2ª Jornada – Estágio e Pesquisa no dia 4 de outubro de 2019, em São Paulo.

O evento reunirá pesquisadores, bolsistas e estagiários que atualmente participam nos projetos da biblioteca para reiterar o compromisso da instituição em promover o aprofundamento do conhecimento científico e integrar ações interdisciplinares de estudo, pesquisa e debate. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

USP avança em nova biblioteca a ser custeada com reparo por caixa 2

Faculdade de Direito da USP fez projeto para ocupar prédio de 14 andares em SP e espera verba de acordo entre Ministério Público e a CCR

SÃO PAULO
Márcio Pinho, do R7
18/09/2019 – 02h00 (Atualizado em 18/09/2019 – 12h41)

 

Prédio na Rua Riachuelo poderá ser acessado por passarela

Divulgação/Paulo Bruna Arquitetos Associados

A Faculdade de Direito da USP projetou a construção de uma nova biblioteca em um prédio de 14 andares vizinho a sua sede. A construção é um desejo antigo e busca resolver um problema que se arrasta há anos, a falta de um espaço adequado para o acervo da faculdade, um dos maiores e mais relevantes do país com cerca de 500 mil volumes. Cerca de 200 mil exemplares irão para o novo prédio.

A biblioteca ficará no Edifício Cláudio Lembo, desapropriado em 2006 pela faculdade e que deveria ter recebido a área administrativa, mas está em condições precárias e foi embargado pela Prefeitura de São Paulo. O espaço pode ser acessado a partir da faculdade por meio de uma passarela que atravessa a Rua Riachuelo.

Ilustração da nova biblioteca

Um novo passo para tirar o projeto do papel foi dado no dia 5 de setembro, quando o governador João Doria declarou de utilidade pública uma área verde que deverá ser um espaço de convívio no novo complexo. A USP espera a conclusão da desapropriação para dar andamento à aprovação do projeto na prefeitura. A intenção é iniciar as obras em 2020.

A adaptação e instalação da nova biblioteca estão orçadas em cerca de R$ 33 milhões. Parte da verba – R$ 17 milhões – pode estar garantida por meio de um acordo fechado pelo Ministério Público de São Paulo e o grupo CCR. A empresa responsável por concessionárias de rodovias paulistas já começou a ressarcir os cofres públicos em mais de R$ 81 milhões em razão da prática de caixa dois em campanhas políticas. Pelo acordo com a Promotoria, parte da verba será destinada ao projeto da biblioteca. O dinheiro está sendo depoistado em juízo.

A gestão João Doria, porém, entrou na Justiça contra a homologação do acordo e e pode inviabilizar a doação. Segundo a Procuradoria Geral do Estado, a intenção é que a verba seja destinada aos cofres do governo. Em nota, a Procuradoria afirmou que “o governo estadual entende que a integralidade do valor do acordo feito pela CCR deve ser revertida para o tesouro do Estado, que então poderá decidir quanto à destinação dos recursos”.

 

Projeto

O projeto arquitetônico doado pelo escritório Paulo Bruna Arquitetos Associados foi inspirado em modernas bibliotecas como a da Universidade de Salamanca, na Espanha, e prevê uma grande reforma.

Serão criados espaços de leitura e estudos em grupo ao longo de sete andares, sendo um voltado a leitura de periódicos e conteúdo em tablets. Três níveis serão reservados ao acervo de livros. Os exemplares subirão às salas de leitura por meio de elevadores monta-cargas, o que permitirá maior controle e evitará furtos. Haverá ainda andares reservados à administração e um auditório.

Passarela liga Faculdade de Direito ao prédio onde será construída biblioteca

Cecília Bastos/USP Imagens/Jornal da USP

A crise foi amplamente noticiada pela imprensa, bem como imagens de obras encaixotadas atingidas por vazamentos. O edifício passou por reformas mas, ainda assim, não é considerado o espaço ideal para abrigar a biblioteca.

Segundo o diretor da faculdade, o professor Floriano de Azevedo Marques Neto, a mudança é “consensual” e esperada há anos.

O atual edifício, do começo do século passado, era um espaço de pequenos escritórios e não permite salas espaçosas próprias para uma biblioteca. A estrutura não é adequada para suportar o peso de uma biblioteca espalhada por vários andares. Além disso, seriam necessários 36 funcionários para tomar conta dos livros de todas as salas fossem ocupadas.

Marques Neto afirma que o projeto é importante não apenas para a comunidade acadêmica, mas para a população externa. Segundo ele, desde 2010, o público anual caiu de 100 mil para 15 mil.

“É a oportunidade de oferecer a toda a população acesso a principal biblioteca jurídica de São Paulo e aumentar a oferta de locais para estudo, não só para estudantes, mas também para visitantes. O projeto aponta para as bibliotecas do século 21, mais informatizadas”, diz Marques Neto.

Projeto prevê salas de leitura e estudos

Divulgação/Paulo Bruna Arquitetos Associados
Ainda sem saber o desfecho do imbroglio judicial sobre a verba da CCR, a administração da faculdade trabalha para adiantar o projeto. Um dos passos necessários será a aprovação do projeto nos órgãos de patrimônio histórico da cidade e do Estado de São Paulo. Isso porque o prédio histórico da faculdade é tombado, o que implica que intervenções no entorno também precisam ser autorizadas.

Prédio que abriga acervo desde 2010

Márcio Pinho/R7

Acervo

A construção da nova biblioteca permitirá que o acervo histórico da faculdade fique no prédio do Largo São Francisco e seja melhor acomodado. Paralelamente, a faculdade organiza a digitalização dos exemplares.

A biblioteca foi criada em 1825 e é considerada a primeira pública de São Paulo. O acervo começou com doações dos vizinhos de prédio da faculdade na época. O Convento de São Francisco, por exemplo, doou suas coleções que datam de 1644.

A obra mais antiga em poder da faculdade é a versão original da Divina Comédia, de Dante Alighieri, de 1520. Trata-se de um exemplo de como o serviço não se restringe a um acervo dedicado somente às ciências jurídicas.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Guia reúne fontes de informação para quem tem ou quer ter uma startup

Legislação brasileira, revistas, fontes de fomento, entre outros aspectos, estão no material desenvolvido pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP

(imagem: Mariana Arrudas)

Legislação, fontes de financiamento e publicações na área são só alguns exemplos de informações aos quais empreendedores devem estar atentos. Em São Carlos, considerada a capital da tecnologia, há um grande número de empresas jovens e foi lá que nasceu o Guia de fontes de informação para startups.

O material foi desenvolvido pelo Serviço de Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP e traz fontes de informação específicas, qualificadas e sistematizadas para uso em empresas nesse perfil ou também para aqueles que desejam iniciar uma startup.

As informações apresentadas contemplam vasto material de livre acesso e documentos disponíveis na biblioteca da EESC. Entre as fontes citadas estão a legislação brasileira pertinente; revistas, livros e teses/dissertações e relatórios técnicos; rádio e televisão; buscadores web e mídias sociais; fontes de fomento e financiamento público e privado, além de apresentar os portais de governo, universidades, empresas e associações voltadas para essa área de interesse.

O guia traz também uma relação das startups instaladas em São Carlos até agosto de 2018. A produção contou com a coordenação da professora do Departamento de Engenharia de Transportes (STT), Ana Paula Camargo Larocca, e foi viabilizada por meio do 3º Edital Santander/USP/FUSP de Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP.

Mais informações: (16) 3373-9247 e 3373-9207 ou e-mail biblioteca@eesc.usp.br

Adaptado da Assessoria de Comunicação da EESC

Disponível em: http://www.inovacao.usp.br/guia-reune-fontes-de-informacao-para-quem-tem-ou-quer-ter-uma-startup/. Acesso em: 28 jul. 2019.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Convite para palestra “As práticas de tirania nas bibliotecas brasileiras”, pelo bibliotecário e pesquisador Cristian Santos

image003

Deixe um comentário

15 setembro 2015 · 9:00 pm

Convite para palestra "As práticas de tirania nas bibliotecas brasileiras", pelo bibliotecário e pesquisador Cristian Santos

image003

Deixe um comentário

15 setembro 2015 · 9:00 pm